www.ucp.br

27/03 - A Relevância da Pesquisa de Audiência para o Planejamento de Mídia

O Centro de Ciências Sociais Aplicadas oferece:
 
A Relevância da Pesquisa de Audiência para o Planejamento de Mídia

Com Lucas Cunha

Publicitário, MBA em Gestão de Negócios e Inteligência Competitiva pela ESPM-RJ e pós-graduado em Gestão Estratégica da Comunicação pelo IGEC-FACHA. Atua há 7 anos no mercado de comunicação, com passagem em programadora de TV e agências de propaganda. Há 3 anos trabalha na Kantar IBOPE Media, em equipe responsável pelo atendimento e capacitação dos analistas de consumo e mídia de veículos de comunicação, agências de propaganda e anunciantes.

Objetivos: Discutir o caráter estratégico da pesquisa de mercado para o planejamento de mídia. Apresentar o trabalho da Kantar IBOPE, no que se refere às pesquisas comportamentais e que colaboram para a determinação das características de consumo no Brasil. 

Público-alvo: Alunos da graduação dos cursos de Marketing; Comunicação Social – Publicidade e Propaganda e Administração. Alunos da pós-graduação em Gestão Mercadológica e Comunicação Integrada


Muito discute-se sobre o valor da propaganda e o retorno obtido com o investimento. Se no século 19 John Wanamaker dizia não saber qual metade do dinheiro era jogada fora, cabe ao planejador de mídia do século 21 evitar tal desperdício, e o que não faltam são ferramentas para isso.

​Um bom planejamento de mídia demanda uma estratégia baseada em dados, e a qualidade das informações coletadas faz toda a diferença no resultado final de uma campanha. Em uma época de tantas informações distorcidas e de liquidez da comunicação, ter acesso ​a dados de qualidade é fundamental para a assertividade de uma campanha: atingir o consumidor alvo e, por consequência, incrementar sua rentabilidade.

Um dos grandes desafios do mercado é compreender o consumidor, saber como e quando ele será impactado. Um caminho são as pesquisas comportamentais, que apresentam um panorama do o que é consumido pelo target. E também é preciso compreender o que é consumido, por meio de pesquisas específicas para cada meio. Considerar, por exemplo, que a televisão vai muito além da tela grande e entender como este consumo acontece. Pensar sempre que a plataforma e o conteúdo devem ser avaliados em conjunto.

Com tantas ferramentas e dados disponíveis, a pesquisa de mídia coloca o planejador em uma posição de enorme responsabilidade na busca pelo sucesso de uma campanha e, muitas vezes, do negócio de um anunciante. A Kantar IBOPE Media entende que, neste contexto, a busca por métricas claras e de qualidade segue ainda maior. (Lucas Cunha)

weekly-calendar Dia: 27 de março, segunda-feira, às 19h
maps-and-flags

Local: Salão Nobre - Campus BC - Rua Benjamin Constant, 213 - Centro

 

 

Redes Sociais

Estamos nas redes sociais. Siga-nos e fique informado.

Periódicos CAPES

logo periodicos