Busca

            
 
 

Lançamento da obra do Prof. Leandro Rodrigues, nesta terça-feira (08.10), marcou o Expoentes da Literatura de outubro


A paixão por Vinicius de Moraes resultou em mais que impulsionar grande parte da trajetória acadêmica do Prof. Me. Leandro Rodrigues, coordenador do curso de Letras da UCP. Nesta terça-feira (08.10), ele lançou o livro A Arca de Noé: Uma Introdução Literária, que é uma análise do livro do poetinha, sendo o primeiro autor a abordar essa obra de Vinicius. O lançamento aconteceu no auditório do Campus Dom Veloso e marcou a série Expoentes da Literatura de outubro. No evento, a prefacista do livro, Profa. Dra. Suzana de Sá Klôh, apresentou o livro com a palestra Poesia infantil – A uma hora destas?.

“É muito gostoso lançar mais uma obra aqui na UCP. É a realização de um sonho. É uma satisfação, principalmente para mim pela minha paixão por Vinicius. Meu filho se chama Vinicius em homenagem a ele. Fiz o curso de Letras por causa dele”, conta Leandro no lançamento do seu sétimo livro.



A obra do docente da UCP é fruto da sua especialização na UFRJ, em 2005, que ficou engavetada e agora chega às livrarias e conhecimento do público.

“Na época da minha monografia, procurei o Eucanaã Ferraz, quem detém academicamente o espólio do Vinicius, pois não achava material para dialogar sobre essa obra dele. E ele me respondeu: simples, você não tem material para dialogar, pois você é o primeiro a escrever sobre ela”, conta o docente, lembrando que por muito tempo a sua monografia foi referência para pesquisas sobre o tema.



No livro, Leandro pretende mostrar o cuidado da obra ao tratar a literatura na sua essência.

“Todo mundo conhece a Arca de Nóe. Quando falamos sobre esse texto, as pessoas pensam que a Arca de Noé por ser para criança tem um descuido, não é bem elaborado. O que eu quero mostrar é que ele é uma introdução literária porque ele tem uma preocupação enorme com toda a parte formal da literatura. Escanção, verso e rima. Todos os versos estão do mesmo tamanho e ninguém se dá conta disso. Fiz uma redivisão da obra trabalhada por uma nova fórmula”, observa o autor.

Rua Benjamin Constant, 213 
Centro - Petrópolis/RJ
24 2244-4000