Busca

            
 
 
  • O semestre começou e não poderia faltar o tradicional Concerto de Boas-vindas da UCP, que neste ano trouxe uma novidade com a apresentação do UCP Jazz. O trabalho, sob a coordenação do Prof. Rafael Bezerra, é fruto do grupo de pesquisa e prática de conjunto da Licenciatura em Música da UCP, atuando como um grande laboratório para as disciplinas do curso. As apresentações aconteceram no intervalo das aulas nesta quinta-feira (12.03), no Campus Dom Cinta, e na quarta-feira (11.03) no Campus Dom Veloso.



    “Estudar na UCP tem dessas coisas. Este é o nosso jeito de expressarmos nossa alegria em ter todos vocês aqui conosco, sejam os alunos veteranos, sejam os estudantes ingressantes que acabaram de chegar em nossa casa. No último sábado (07.03), tivemos a oportunidade de ter os Jogos de Integração, no nosso Centro Poliesportivo. E agora temos a grande participação do UCP Jazz, formado por nossos estudantes, a maioria dos alunos de licenciatura em Música. Mas um projeto aberto a todos os estudantes que tenham interesse na música. Obrigado a vocês do grupo, por essa manifestação de carinho, e a todos que prestigiaram esse momento”, disse o Reitor, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa.

  • Curso de Biomedicina daUniversidade vai promover dois encontros, nos dias 10 e 12 de março, para esclarecer questões como epidemia viral e prevenção de infecções

    Com mais de 200 casos já confirmados de Coronavírus no Brasil e mais de 2 mil sendo monitorados, o tema ganha cada vez mais relevância a ser discutido, principalmente sobre a conscientização a respeito da prevenção. A UCP, por meio do curso de Biomedicina, promoveu dois encontros abertos ao público e gratuitos para debater o tema em diversas esferas. Para nortear a discussão de conceitos fundamentais sobre epidemias virais, antes foi exibido o filme Contágio para nortear a discussão. O CineBiomedicina aconteceu no Campus Dom Cintra.


    Voltado a estudantes de graduação, de Ensino Médio e demais interessados no tema, o evento teve como objetivo promover conhecimento sobre os processos de identificação de um agente infeccioso; caracterizar as etapas de uma epidemia viral; e discutir sobre procedimentos de prevenção da infecção. A ideia foi apresentar informações sobre o novo Coronavírus associado às infecções recentes na China.

    Foram duas sessões, nas quais as professoras biomédicas Rebeca Vazquez Novo Martins e Natalia Moysés esclareceram dúvidas e questões sobre epidemias virais, apresentando os conhecimentos descritos sobre o novo Coronavírus, bem como conceitos de prevenção de transmissão viral.

  • A Profa. Dra. Diana Ramos de Oliveira, docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UCP, atuou, no período de janeiro e fevereiro, como professora visitante e pesquisadora na Universidade de Granada, na Espanha, na Faculdade de Psicologia no Centro de Mente, Cérebro e Comportamento. Ela foi selecionada numa concorrência internacional no Edital Europeu (Edital Internacional C-2019, Brazilian Faculty, Academic Mobility and International Scholarships, União Europeia), que aconteceu no final do ano passado.

    “Considero esta experiência docente internacional muito importante para minha carreira profissional, visto que, propicia transferência de conhecimento para mim e para meus alunos do PPGPsi e da Graduação em Psicologia da UCP. Na ocasião da atividade, pude apresentar resultados das pesquisas realizadas por mim e meu grupo de pesquisa em Cognição Social, área da Psicologia Social muito relevante nas universidade europeias”, afirma a professora.



    A docente foi recebida pelo Professor Catedrático Dr. Miguel Moya (foto), com quem estabeleceu parceria entre os grupos de pesquisa das duas instituições. Essa iniciativa atende a alguns critérios de internacionalização propostos pela CAPES, como a pesquisa, a produção intelectual e a mobilidade e atuação acadêmica. Além disso, a docente ofereceu lectures aos alunos de pós-graduação stricto sensu e também da graduação da universidade visitante.

    “Chamou muita a minha atenção como a formação em Psicologia na Europa é interdisciplinar, requerendo a expertise de docentes de diversas áreas do conhecimento, visto que, historicamente, a ciência psicológica sempre recebeu notáveis contribuições de não psicólogos. A interdisciplinaridade em Psicologia é o fundamento dos grandes laboratórios de Psicologia Social europeus. A ausência deste entendimento técnico-conceitual dificulta os avanços na comunidade acadêmica e produz consequências nos Programas de Pós-Graduação e de Graduação em Psicologia”, indicou Diana.

    A professora ainda destacou a relevância dessa experiência.

    “Essa experiência será muito importante para compartilhar com as turmas da UCP. Eu me sinto muito agradecida à UCP pelo constante apoio em mais essa empreitada acadêmica”, disse.

  • Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, o curso de Psicologia da UCP promoveu, nesta segunda-feira (09.03), dois eventos exaltando e valorizando os múltiplos papéis da mulher na sociedade: Roda de Mulheres e Mulheres na Ciência. Eles aconteceram no Campus Dom Veloso.

    A Roda de Mulheres: compartilhando aprendizados debateu o papel da mulher nas mudanças comportamentais na gestão de risco de desastres. O encontro teve o objetivo de compartilhar a sabedoria coletiva de mulheres que vivem ou trabalham em comunidades localizadas em áreas de risco, no município de Petrópolis.

    Já no auditório, aconteceu o Mulheres na Ciência: o empoderamento feminino nas pesquisas em Psicologia. A aula especial reuniu as docentes Luciana Xavier Senra, Carla Ferreira de Paula Gebara, Maracy Domingues Alves e Cleia Zanatta Clavery Guarnido Duarte com intuito de promover esclarecimentos e debates a respeito do protagonismo e empoderamento feminino nas pesquisas em Psicologia, no Brasil e no mundo, por meio do compartilhamento das pesquisas realizadas pelas professoras da graduação e do mestrado em Psicologia da UCP.

  • Nesta sexta-feira (06.03), a UCP recebeu a aula inaugural do grupo de docentes da Instituição que começaram o doutorado na PUC, por meio de convênio firmado entre a Escola de Negócios da PUC, por meio do doutorado em Administração, e da Católica de Petrópolis. 

    No primeiro semestre, as aulas da turma, que conta também com dois docentes da Unilasalle-RJ, serão ministradas na UCP e depois, os professores darão continuidade ao programa na PUC, no Rio de Janeiro.

    “É uma parceria importantíssima, pois aumentará o corpo de doutores aqui da UCP. Qualifica ainda mais o corpo docente da Instituição e vai ao encontro do plano do CCSA de futuramente implantar um programa de pós-graduação com mestrado feito com professores doutores formados por uma instituição de qualidade”, disse o vice-diretor do CCSA e coordenador do curso de Ciência Contábeis, Rodolfo Nicolay.




  • Contemporâneo do Movimento Modernista, o poeta carioca Dante Milano foi o tema do primeiro Expoentes da Literatura de 2020, projeto realizado pelo curso de Letras da UCP. Nesta segunda-feira (02.03), o doutor em Literatura Brasileira, Rafael da Silva Mendes falou para estudantes de Letras e interessados em Literatura sobre o lirismo sinistro e a unidade clássico-moderna de Dante Milano. O encontro aconteceu no Auditório do Campus Dom Veloso. 

    “Esse evento propõe e abraça a ideia de colocar em discussão autores pouco conhecidos, o que me deu uma oportunidade rara e deliciosa de falar sobre a obra de Dante Milano, tema do meu mestrado e do meu doutorado – ou seja, o poeta da minha vida”, disse o palestrante.

  • A UCP terá, mais uma vez, seu nome divulgado além das fronteiras, por meio dos seus discentes. O aluno do 7º período de Relações Internacionais, Vitor Ferreira Lengruber, foi um dos 25 selecionados para representar o Brasil no BRICS Educational Internship Programme, programa que acontece de fevereiro a junho deste ano e que tem como objetivo apoiar jovens pesquisadores no campo dos estudos do BRICS e da Rússia, formando um conjunto de futuros líderes dos países do BRICS.  

    De acordo com Vitor, o programa surgiu a partir de uma proposta dos presidentes da Far Eastern Federal University (FEFU), em Vladivostok, de criar um projeto de intercâmbio cultural e acadêmico entre estudantes nativos dos países que compõem o grupo BRICS - formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. 

    “Os organizadores do programa nos disseram que esse é um projeto único e sem previsão de continuação até o momento. Ou seja, somos os pioneiros nisso. Essa palavra, pioneiros, tem sido utilizada pelos próprios organizadores para se referir a nós”, conta Vitor.



    O programa selecionou 25 estudantes de cada país do BRICS, com exceção da Rússia, para estudar um semestre na FEFU, nas áreas de Biologia Marinha, Medicina, Negócios Internacionais, Cibersegurança e Relações Internacionais. Além de ser voltado para a área acadêmica, onde os selecionados deverão desenvolver um projeto de pesquisa com tutores dentro de suas respectivas áreas de conhecimento, o programa também possui o objetivo de intercâmbio cultural. 

    “Cinco vagas estavam reservadas para cada curso e vinte e cinco para brasileiros no geral. Achei que não conseguiria, mas tentei mesmo assim e fui um dos cinco aprovados para Relações Internacionais. Será uma experiência e tanto. O ensino da FEFU é um dos melhores da Rússia e do mundo. Os orientadores são extremamente capacitados e reconhecidos dentro de suas áreas. No quesito cultural, também tenho muitas expectativas. Já pude conhecer todos os outros estudantes aprovados. Os sul-africanos conseguem ser mais alegres e simpáticos do que os brasileiros”, brinca o estudante que chegou a Vladivostok no dia 27 de fevereiro e ficará até o final do programa, em julho. 

    “Gostaria de agradecer a todos que me ajudaram a chegar aqui, inclusive os professores do CCSA. Sem ajuda eu não teria conseguido vir. Obrigado!”, agradeceu o aluno da UCP.

  • Classificados estão entre as 100 bolsas integrais oferecidas para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Direito, Engenharias, Educação Física e Pedagogia

    “A gente já trabalha para poder pagar as contas. Acaba que a faculdade a gente fica deixando para depois. Essa foi uma oportunidade muito boa, com bolsa integral, para finalmente cursar o Ensino Superior”. A declaração é da 1ª colocada no Vestibular Social da Universidade Católica de Petrópolis em parceria com a Prefeitura de Petrópolis, Thais Rodrigues Vasconcelos que começa agora a cursar Direito. Nesta sexta-feira (14.02), foi feita a matrícula para os 100 primeiros classificados no processo seletivo, que aconteceu no último domingo (09.02), no Campus Dom Veloso.


    Os primeiros classificados foram recepcionados pelo Reitor da Universidade, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa, que agradeceu a participação dos candidatos e parabenizou pela aprovação.

    “Estamos felizes em recebê-los como alunos da UCP, nessa parceria da Universidade com a prefeitura, oferecendo a oportunidade para ingressarem no Ensino Superior. Sejam bem-vindos”, disse.

    A expectativa para ingressar na UCP era grande por parte dos aprovados. Classificada em 2º lugar, a jovem de 17 anos, Ana Caroline Nascimento Ventura contou que se surpreendeu com o resultado.

    “De primeira não achei nem que conseguiria passar, ainda mais em 2º lugar. Fiquei muito satisfeita. Quando vi o resultado nem acreditei. Corri para contar para minha mãe. Essa foi a chance que tive para cursar o Ensino Superior. Foi uma iniciativa muito boa”, conta a nova estudante de Direito da UCP.


    A primeira a escolher uma das Engenharias, Daiana da Silva Malta, de 24 anos, está animada para ingressar no curso que tanto queria. Ela quer dar continuidade à área que se interessou, a Mecânica, depois de fazer um curso técnico.

    “Achei ótima essa oportunidade. Estou tentando há três anos o Enem e agora vou fazer o curso que eu quero na melhor universidade de Petrópolis. Quase chorei quando vi o resultado, em 4º lugar”, lembra a futura engenheira.


    O Vestibular Social foi retomado neste ano, por meio do convênio entre a UCP e Prefeitura de Petrópolis, oferecendo 200 bolsas integrais para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Direito, Engenharias, Educação Física e Pedagogia – sendo 100 neste semestre e outras 100 bolsas em um novo processo seletivo que será realizado para ingresso no segundo semestre de 2020.

    Prefeitura e UCP oferecem 200 bolsas de estudo no Vestibular Social 2020
  • Depois da Semana de Integração Docente, é a hora de iniciar oficialmente o ano letivo na UCP que começou nesta segunda-feira (10.02) com a recepção dos novos alunos. Calouros dos campi Dom Veloso e Dom Cintra receberam em um dia exclusivo dedicado a eles as boas-vindas da Reitoria e coordenação dos cursos.

    Eles foram apresentados à Instituição e às instalações do campus onde estudarão, visitando laboratórios e salas especiais, além de conhecerem os coordenadores e docentes dos cursos, tendo a oportunidade de saber mais sobre a graduação que farão.



    Maria Eduarda de Souza Fonseca, de 17 anos, está ingressando no curso de Letras e ficou feliz de ter esse dia especial de contato entre os calouros e corpo docente, um dos diferenciais que a fez escolher a UCP após participar por duas vezes do UCP Portas Abertas.

    “Gostei muito da relação dos alunos com os professores. Vi isso no Portas Abertas, que também me ajudou a definir qual curso seguiria, pois cheguei a ver outros no dia do evento, mas optei mesmo por Letras que já era a minha primeira opção. E hoje ter esse dia só pra gente é bom, pois não chegamos perdidos no meio de todo mundo. Achei bem legal, porque conhecemos o coordenador do curso, alguns colegas de aula e de outros cursos”, conta a estudante que estudará no Campus Dom Veloso.

    “É bom ter esse momento só para os calouros, para se ambientar e já se acostumar, sem começar logo com todo mundo”, disse Camile Cruz, de 16 anos, que vai estudar Engenharia Elétrica no Campus Dom Cintra.

  • Com o início de mais um ano letivo, a UCP se prepara para receber seus estudantes promovendo capacitação e atualização de seus docentes. De 3 a 5 de fevereiro, os professores participaram da Semana de Integração com atividades voltadas ao aprimoramento constante dos colaboradores. A abertura aconteceu na segunda-feira (03.02) com celebração de missa em ação de graças e uma confraternização entre a Reitoria e colaboradores. Na ocasião foram anunciadas as mudanças ocorridas com os novos mandatos nas direções de Centros e coordenação de cursos da graduação e do mestrado.



    A programação contou com uma reunião direcionada aos docentes que lecionam na modalidade a distância, para discutir sobre o papel do EAD e dos envolvidos para o melhor aprendizado; além de oficinas sobre novas metodologias e sobre moodle; e palestras sobre temas diversos, como questões sobre a acessibilidade pedagógica; desafios psicológicos da ação docente, entre outras.

    Novos mandatos nos Centros e cursos

    Neste semestre, também assumem os novos diretores e coordenadores aprovados pelo Conselho Universitário (CONSUN). O Centro de Ciências Jurídicas passa a ter na direção o Prof. Maurício Pires Guedes e na vice-direção a Profª. Adriana Sheremetieff, que assume a direção da graduação em Direito. A vice-direção do Centro de Ciências da Saúde passa a ser com a Profª. Rosilene Ribeiro, coordenadora do curso de Psicologia. O Padre Adenilson Ferreira Silva assume a coordenação do curso de Teologia, do Centro de Teologia e Humanidades.

    A Profª. Erika Machado continua na coordenação do curso de Arquitetura e Urbanismo e assume, também, a direção do Centro de Engenharias da Computação. O curso de Engenharia Civil tem agora a frente o Prof. Vinícius Furtado Rosa. Já os de Engenharia Elétrica e Mecatrônica estarão sob coordenação do Prof. Fábio Licht, que também é responsável pela Engenharia da Computação e Redes de Computadores. Nos programas de pós-graduação, o mestrado em Direito passa a ter na coordenação o Prof. Daniel Machado Gomes e adjunto o Prof. Klever Filpo.

  • Mais uma vez, a UCP obteve ótimo desempenho no Exame de Suficiência Contábil ficando entre as melhores do Estado pelo terceiro ano consecutivo. A Universidade ficou com o 2º lugar geral no Estado, ficando atrás somente da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tivemos 83,3% de aprovação dos alunos inscritos para a prova, que foi aplicada em outubro. O resultado foi divulgado em dezembro passado.

    “A coordenação do curso de Ciências Contábeis, com o auxílio do NDE do curso, têm depositado grandes esforços para ampliar a qualidade do curso e formar alunos que terão destaque no mercado de trabalho. Um dos parâmetros que utilizamos como forma de medir estes resultados é a aprovação no exame do Conselho Regional de Contabilidade. Estamos orgulhosos deste resultado, sabendo que estamos no caminho correto, que nos consolida como um curso de tradição, competência e resultado, nos aproximando ainda mais do nível de excelência no ensino”, observa o coordenador do curso, Prof. Rodolfo Nicolay.
     
  • O professor do curso de Direito da UCP, Cleber Alves, participou, no mês passado, do seminário O Castelo da Lei: metáforas contemporâneas no acesso ao direito e à justiça, realizado pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em Portugal. Ele foi convidado a ministrar a palestra Fora das Muralhas: The Global Access to Justice Project, proferida no dia 21. 

    A mesa foi composta (a partir da esquerda) pelo Prof. João Paulo Dias, diretor executivo do CES; os pesquisadores do CES, Paula Casaleiro e Luca Verzelloni; Prof. Cleber Alves e Profa. Conceição Gomes, coordenadora do Observatório Permanente da Justiça, vinculado ao CES.

  • Provas serão aplicadas no dia 9 de fevereiro
    Inscrições começam no dia 21 de janeiro e seguem até 4 de fevereiro
    Uma boa notícia para os estudantes da rede pública: a prefeitura e a Universidade Católica de Petrópolis assinaram nessa segunda-feira (20.01) o termo de parceria para o retorno do Vestibular Social que concederá 200 bolsas integrais de estudo – 100 no primeiro e outras 100 no segundo semestre. As inscrições serão abertas na terça-feira (21.01.2020) e seguirão até o dia 4 de fevereiro. As provas serão aplicadas no dia 9 de fevereiro.


    O Reitor da UCP e o Prefeto de Petrópolis assinam termo de parceria

    Serão concedidas 200 bolsas integrais de estudo em duas edições do vestibular. Na seleção do 1º semestre (total de 100 bolsas) serão 20 bolsas para cada um dos cursos que farão parte do Vestibular Social: Direito, Arquitetura e Urbanismo, Engenharias (civil, de computação, de produção, elétrica, mecânica e mecatrônica), Educação Física e Pedagogia.

    “Queremos que os estudantes percebam que eles podem e devem fazer um curso superior, com ensino de qualidade. Fui aluno da UCP e sou eternamente grato por tudo o que aprendi. Agradeço a instituição que sempre nos atende com muita boa vontade e, segue com esta parceria tão importante para os estudantes da rede pública”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi.

    Na ocasião, o reitor da universidade, padre Pedro Paulo de Carvalho, salientou o ganho para o município. “Essa iniciativa estimula a autoestima dos estudantes, com certeza vamos aumentar o número de alunos que saem do ensino médio e ingressam no ensino superior, projetando uma carreira, auxiliando a sociedade. O estudo é muito importante e estamos felizes com a parceria”.

    As bolsas serão oferecidas aos estudantes classificados que preencherem, simultaneamente, os seguintes requisitos: conclusão do Ensino Médio em escolas da rede pública (municipal ou estadual), exclusivamente do município de Petrópolis, ou na rede particular através do Programa Todos Pela Educação; Ter cursado, no mínimo, duas séries do Ensino Médio em escolas da rede pública (municipal ou estadual) exclusivamente do município de Petrópolis ou da rede particular através do Programa Todos Pela Educação; Não ser portador de diploma de graduação e não ter concluído nenhuma disciplina, com aprovação, em cursos de graduação.

    A prova será realizada no dia 9 de fevereiro, no campus D. Veloso – Rua Benjamin Constant. O resultado do concurso será publicado no site da UCP no dia 13 de fevereiro. - A inscrição custará R$ 50 e poderá ser feita pela Internet, clicando aqui, entre os dias o dia 21 de janeiro e 04 de fevereiro de 2020.

    Disciplinas e conteúdos programáticos poderão ser observados no edital do Vestibular - disponível no site da UCP. Os gabaritos das provas objetivas também serão divulgados no dia 10 de fevereiro no site.

    Também participaram da reunião, o vice-prefeito Baninho, o secretário-Chefe de Gabinete, Renan Campos, o secretário de Administração, Marcus von Seehausen, a secretária de Educação, Marcia Palma, o vice-reitor da UCP, Marcelo Vizani, o pró-reitor Administrativo, Anderson Cunha, a pró-reitora de graduação, Regina Máximo, o pró-reitor administrativo adjunto, Henrique Lisboa e o presidente da Fundação Dom Cintra, Paulo Cerqueira.


  • Curso de Educação Física da Universidade promove com os alunos da escola os estágios supervisionados curriculares

    O conhecimento adquirido na graduação é primordial para a formação do aluno. Mas também é incontestável que a teoria aliada à prática possibilita uma formação ainda mais ampla e realista com o mercado de trabalho nesse futuro profissional. O trabalho desenvolvido entre a Universidade Católica de Petrópolis e o Colégio de Aplicação da UCP, criado com o papel de ser um campo de atuação prática dos estudantes da graduação, estimula nos alunos essa vivência na sua formação. O curso de Educação Física promove entre os alunos da Universidade parte dos estágios supervisionados da matriz curricular com os alunos da escola. 


    Dos cinco estágios obrigatórios na grade do curso, três deles são realizados com os estudantes do CAUCP. São eles os estágios em Recreação e Lazer, com alunos do Contraturno, da Educação Infantil e Fundamental I; em Ginástica Adaptada, que é feito com os estudantes com deficiência que praticam atividades específicas para suas habilidades; e o Estágio Supervisionado em Iniciação Esportiva, inserido recentemente na matriz curricular, realizado com alunos do Ensino Fundamental II e Médio começando com handebol feminino e futsal masculino. 

    Pelo menos cerca de 100 alunos do CAUCP - passando por todas as faixas etárias, da Educação Infantil ao Ensino Médio - são atendidos com os estágios supervisionados do curso de Educação Física, promovendo um diálogo entre a Universidade e o colégio, valorizando a essência da escola de ser, como o nome diz, um colégio de aplicação do conhecimento oferecido na Universidade. 

    Parceria garante benefícios para estudantes da graduação e do colégio

    O coordenador do curso de Educação Física da UCP, Cristiano Queiroz de Oliveira, destaca o diferencial da prática promovida integralmente na Instituição.

    “Todos os nossos estágios são integralmente supervisionados por um professor, que propõe, conduz, administra e observa a ação dos acadêmicos. Os alunos, além de acompanhar as atividades e fazer relatórios, também formulam e conduzem as atividades. Na grande maioria dos estágios externos o aluno fica apenas observando. Aqui são eles que fazem o serviço. Eles têm a oportunidade de vivenciar com mais realidade o mercado de trabalho, com responsabilidade de elaboração, condução e planejamento de atividades”, pontua.


    A parceria beneficia não apenas os estudantes da graduação, mas também agrega valor ao trabalho desenvolvido com os alunos do CAUCP.

    “Essa interligação é um benefício mútuo para o curso e para o colégio. Os alunos do CAUCP que participam dessas atividades ganham aprimoramento na parte esportiva, com mais quatro horas de atividades físicas por semana. Eles vivenciam coisas que dificilmente vão vivenciar em uma escolinha, pois estão dentro de um espaço acadêmico. Além disso, têm essa vivência com os universitários, que é algo bastante interessante. Já para o curso é uma oportunidade de desenvolver mais o trabalho específico da iniciação esportiva, usando a escola como um laboratório para pesquisar e testar novas formas de executar o trabalho”, destaca Cristiano.

    Todo o trabalho desenvolvido tem o suporte do Laboratório de Ciências do Esporte e Exercício (LaCEE) da UCP, ferramenta utilizada pelo curso de Educação Física da UCP, além de outros cursos, como a Fisioterapia que também auxilia os estudantes do CAUCP com os alunos da graduação que fazem o Estágio Supervisionado em Fisioterapia Desportiva. 

    Time de futsal do CAUCP criado no Estágio Supervisionado em Iniciação
    Esportiva da UCP,que venceu um campeonato entre escolas

    Os interessados em cursar Educação Física ou uma das outras 23 graduações oferecidas pela UCP podem se inscrever para o vestibular, que tem inscrição aberta até 22 de janeiro, no site vestibular.ucp.br, com prova no dia 26. Mais informações sobre os cursos no site ucp.br e pelo telefone 2244-4044. Já os pais que queiram seu filho estudando no CAUCP as matrículas estão abertas. Informações no site aplicação.ucp.br e pelo telefone 2244-4015.
  • A UCP continua tendo seu nome representado nas mais diversas e renomadas instituições de ensino superior por meio de egressos aprovados em mestrados, muitos em posição de destaque. Mais sete graduados em Relações Internacionais da Instituição agora vão trilhar novos rumos na sua formação por meio de programas em diferentes instituições.

    A egressa Rafaela Mello Rodrigues de Sá passou em 2° lugar na PUC Rio, no Instituto de Relações Internacionais. Ela destaca o papel da UCP na conquista.

    “O corpo docente do curso de Relações Internacionais da UCP foi crucial para minha conquista em direção à carreira acadêmica. Os quatro anos dentro da instituição me proporcionaram experiências valiosas e repletas de conhecimento. Sou muito grata aos professores que sempre me apoiaram. Passar para o mestrado representa mais um passo em direção ao meu sonho de ser professora de Relações Internacionais, e agora vejo isso sendo realizado”, disse.


    Stephanie Braun Clemente também foi aprovada com destaque com o 2º lugar no mestrado em Relações Internacionais da UERJ.

    “Os caminhos da vida me permitiram ingressar na Universidade Católica de Petrópolis, universidade que marcou minha trajetória acadêmica e pela qual serei eternamente grata. Um agradecimento mais que especial vai para o corpo docente incrível e à coordenação do curso de Relações Internacionais, que me proporcionaram uma base acadêmica maravilhosa, além de apoio e aperfeiçoamento acadêmico em todos esses anos, permitindo que a tão almejada pós-graduação fosse um sonho possível. Obrigada UCP!”, declara.


    Também aprovada no mestrado da UERJ, em 3º lugar, a egressa Ana Lúcia de Lacerda Gonçalves ressalta o apoio e formação adquirida na Instituição. 

    “Agradeço a UCP e todo o corpo docente de Relações Internacionais por essa conquista! Esse sonho só se tornou realidade porque tive apoio e incentivo. Além disso, as excelentes aulas e avaliações me ajudaram a concluir uma etapa e começar outra com uma excelente bagagem. Muito obrigada!”, comemora.


    Mais um aprovado na UERJ, Arthur de Faria Moura foi outro ex-aluno a destacar o trabalho do corpo docente na formação de seus discentes.

    “Serei eternamente grato a minha segunda casa, UCP, pelos aprendizados, acadêmicos e para a vida. A UCP deu um novo rumo a minha vida e seu queridíssimo corpo docente me acolheu e inspirou de forma que me fez lutar pelo caminho da pós-graduação, pela pesquisa e pelo posicionamento crítico! Obrigado UCP!”, resumiu.


    Aprovados nas escolas superiores de Guerra e Naval

    Os egressos Flavio Alexandre de Oliveira Filho e Amanda da Rocha Medeiros passaram para o mestrado em Segurança Internacional e Defesa da Escola Superior de Guerra (ESG).

    “Durante a minha graduação a UCP me propiciou com diversas oportunidades profissionais e acadêmicas desde o início do curso. Todos os professores do curso sempre se demonstraram dispostos a auxiliar os alunos em seus projetos dentro e fora da universidade com compromisso, disponibilidade e muito interesse. A UCP foi a faculdade que me acolheu e me deu base e suporte para todos esses processos, terei sempre orgulho de ter estudado nesta instituição. O resultado dessas oportunidades e esforço conjunto com a UCP foi a minha aprovação no mestrado”, celebra Flavio.


    Amanda concorda sobre o papel da Instituição nessa trajetória. “Sou muito grata por todos esses anos que estudei na UCP. Foram anos de muito aprendizado e graças a todo apoio e aos conhecimentos que adquiri, consegui passar para um programa de pós-graduação. Eu só tenho a agradecer aos meus professores e a instituição por ter me ajudado a conquistar meu objetivo”, disse.


    Ana Carolina Dias Terra foi aprovada para o mestrado em Estudos Marítimos da Escola de Guerra Naval (EGN). 

    “O corpo docente do curso de Relações Internacionais da UCP tem influência direta tanto na minha escolha pelo mestrado, quanto na minha aprovação. Os professores nos mostraram o valor do ensino e nos ajudaram em tudo aquilo que precisávamos. Além disso, buscaram nos ensinar muito mais do que o conteúdo programático, mas também nos ensinaram sobre a vida. Sou grata à instituição por me proporcionar, durante esses quatro anos, um ambiente propício à formação de pensamento crítico e por nos incentivar a seguir nossos sonhos”, lembra a egressa.


    UCP tem 7 graduados em RI aprovados em mestrados de instituições renomadas


  • Neste ano, a Escola de Música UCP pegou a estrada e levou seu tradicional Show de Alunos para outras cidades. Além de Petrópolis, onde foi palco de 16 e 20 de dezembro, os municípios de São José do Vale do Rio Preto e Teresópolis, onde funcionam unidades da EMUCP, também receberam a apresentação de seus alunos nos dias 14 e 21, respectivamente.

    Com várias apresentações de canto e uma diversidade de instrumentos / nos mais variados estilos e gostos, o show é a oportunidade do público conferir o trabalho desenvolvido com os alunos e, para eles, a chance de ter o contato com o palco e plateia. Em São José, o show aconteceu na Igreja Matriz; em Petrópolis no Palácio de Cristal e encerrou em Teresópolis, no Centro Pastoral Paróquia de Santo Antônio e Paquequer.

  • Trabalho sobre Sistema de Visão Computacional para reconhecimento de caracteres de rotuladora autoadesiva foi defendido no início do mês
    Mais que nota 10 no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o aluno de Engenharia Mecânica da UCP, Paulo Henrique Ferreira, terá seu projeto implantado na Cervejaria Bohemia, em Petrópolis. O trabalho sobre Sistema de Visão Computacional para reconhecimento de caracteres de rotuladora autoadesiva foi defendido no início do mês, no dia 7, e aprovado sem restrições e com nota máxima.

    Participaram da banca os professores Bruno Guingo, orientador do trabalho; Luis Alexandre Estevão da Silva, do curso de Engenharia da Computação; e Alexandre Sheremetieff, coordenador do curso de Engenharia Mecânica.



    Para o projeto, o aluno também fez um curso em São Paulo, direcionado para sistemas de visão computacional, seguindo orientação do prof. Bruno Guingo, que possibilitou o graduando conhecer in loco as tecnologias empregadas nos sistemas de visão computacional, e assim, testar e verificar os equipamentos que são os mais apropriados para compor o sistema de visão que foi elaborado.

    O trabalho desenvolvido pelo aluno foi apresentado à gerência da Cervejaria Bohemia, local onde ele trabalha, e o mesmo será implantado no próximo ano como solução de um problema naquela empresa. Além disso, numa visita de uma coordenadora regional (com sede em Curitiba) na cervejaria, o aluno Paulo teve a oportunidade de apresentar seu projeto e foi muito elogiado pela coordenadora, que informou que desconhecia o emprego do sistema para a resolução do problema junto à rotuladora e que fará uma solicitação de implantação em unidades da Ambev.

    “O trabalho é fruto de dedicação do aluno, que vislumbrou um problema na empresa, propôs uma solução viável e todo o desenvolvimento do sistema. O TCC fez de forma clara a integração entre o meio acadêmico e o mercado de trabalho. Além disso, diz respeito à integração da Engenharia Mecânica e a Engenharia de Computação como realidade futura já presente no âmbito do Centro de Engenharia e Computação da UCP”, resumiu o orientador, Prof. Bruno Guingo.
  • A UCP esteve presente na Jornada comemorativa dos 20 anos do Programa Jovens Talentos para a Ciência da FAPERJ, que aconteceu nesta terça-feira (10.12) na UERJ. Os professores da UCP, Klever Paulo Leal Filpo e Marcelo Pereira de Almeida, ambos do Programa de Pós-graduação em Direito (PPGD), e Luís Antônio Monteiro Campos, do Programa de Pós-graduação em Psicologia (PPGPSI), prestigiaram o evento, acompanhados dos seus bolsistas Jovens Talentos da FAPERJ.

    A UCP é uma das 53 instituições de pesquisa parceiras do programa Jovens Talentos, um projeto de pré-iniciação científica das Fundações FAPERJ e CECIERJ que contempla cerca de 870 bolsistas, estudantes do Ensino Médio, em 50 cidades do estado do Rio de Janeiro. Há anos, a Universidade recebe esses jovens pesquisadores interessados nas mais diferentes áreas do conhecimento. Eles são orientados por professores doutores da Instituição, recebendo da FAPERJ uma ajuda de custo.



    Um dos grupos que recebe Jovens Talentos com regularidade é o Grupo de Pesquisa Empírica em Administração de Conflitos (GIPAC), liderado pelo Professor Klever. Segundo ele, a participação desses jovens contribui para arejar as reflexões do grupo, que já conta com participantes de outros níveis de treinamento acadêmico (graduandos, mestres, mestrandos e doutores).

    “Inclusive, no nosso caso, há uma curiosidade: em 2016, a partir de ideias trazidas por Jovens Talentos, elaboramos um projeto de pesquisa que acabou sendo contemplado na Chamada Universal do CNPq/2016, que envolve estudo de casos de judicialização de conflitos escolares. Isso demonstra que esse programa se desenvolve em uma via de mão dupla, com benefícios para os estudantes e para a instituição", explica o professor.

    “É muito bom participar do programa, porque a gente aprende coisas novas, conhece pessoas novas e também temos experiências novas. Gostei desde que entrei”, contou a bolsista Tifany Andrade, aluna do Colégio Estadual Princesa Isabel, que é orientada do Prof. Klever, do PPGD, junto com os estudantes do CENIP, Lucas Coelho e Vinícius Ribeiro. Também participaram desta Jornada os bolsistas Kathleen Andrade, do Princesa Isabel, orientanda do Prof. Marcelo, também do PPGD; e as orientandas do Prof. Luis Antonio, do PPGPSI, Isabella Vitória e Aline Ouriques (bolsistas JT) e Julia dos Santos (bolsista PIBIC/CNPq).

    O pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da UCP, Sérgio Salles, pontua que a UCP continuará participando do programa, por acreditar que se trata de um investimento muito importante. Ele explica que a participação da Universidade na formação desses jovens pesquisadores e, nesse caso especial, na Jornada de Jovens Talentos, contribui para demonstrar o impacto social das iniciativas que a instituição vem promovendo, em diferentes frentes, sobretudo no campo da pesquisa e da inovação. Lembrou, também, que temos ex-bolsistas jovens talentos que hoje são alunos dos mais variados cursos de graduação na UCP, como a aluna Julia Toneli, do curso de Direito, bolsista PIBIC do CNPq.

  • O professor do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCP, Rafael Bastos, participou no início deste mês do XXXII Congresso Internacional da Associação Latino Americana de Sociologia (ALAS), sediado na Universidad Nacional Mayor de San Marcos, em Lima, no Peru. O encontro aconteceu entre os dia 1° e 6 de dezembro.



    Com o tema Hacia un nuevo horizonte de sentido histórico de una civilización de vida, o evento debateu a conjuntura atual da América Latina, tendo como foco especial as contribuições das teorias decoloniais.

    “O espaço foi muito importante para socialização de conhecimentos e reflexões acerca dos principais desafios sociais, políticos e econômicos do continente”, observou o docente da UCP.  
  • Primeira edição do programa Meninas na Ciência aconteceu nesta segunda-feira (09.12), no Campus Dom Cintra

    Ele era dominado por homens, mas hoje as mulheres, principalmente no Brasil, têm conquistado seu lugar no universo da ciência. Para incentivar as meninas que gostam de Ciência e Tecnologia, e os meninos também, o curso de Biomedicina da UCP promoveu o programa Meninas na Ciência, que teve sua primeira edição nesta segunda-feira (09.12), no Campus Dom Cintra.



    Direcionado a estudantes do Ensino Médio, o evento tem a proposta de promover conhecimento sobre atividades científicas em aulas práticas nos laboratórios da Universidade, ministradas somente por professoras. As docentes Adriana de Oliveira Afonso, coordenadora do curso; Paola Alejandra Cappelletti e Camila Brand fizeram uma contextualização das aulas e a aplicação desses experimentos na ciência e na pesquisa, e também abordaram sobre a atuação das mulheres como cientistas e pesquisadoras.

Rua Benjamin Constant, 213 
Centro - Petrópolis/RJ
24 2244-4000