Busca

                
 
 
  • Um grupo de alunos do Colégio São Tomás de Aquino visitou a UCP nesta quarta-feira (04.09) para conhecer mais sobre as carreiras de marketing e publicitária. Eles foram recepcionados pela coordenadora dos cursos, Kátia Manangão, e pelo professor de disciplinas das duas graduações, o publicitário Tadeu Carvão.

    No encontro, além da apresentação das carreiras, na qual foi passado o perfil do mercado de trabalho, tendências e demandas, os estudantes também conheceram as instalações da Universidade, como a Agência Experimental e laboratórios audiovisual e de fotografia, e puderam participar, inclusive, de algumas aulas.



    “Eu acho maravilhoso recebermos os alunos, pois é uma oportunidade que eles têm de conhecerem o trabalho desenvolvido aqui pelos nossos alunos e também a matriz curricular dos cursos. Também de conhecer as nossas estruturas, com os laboratórios, e essa integração que existe entre os laboratórios”, comenta o Prof. Tadeu que apresentou os cursos para o grupo.

    “É muito bacana essa visita, sobretudo em relação não só ao espaço físico, mas como os cursos são estruturados. Eles ouvem depoimento de alunos que já estão no 8º período e falam dessa experiência. Recebemos alunos já interessados nessas áreas e a palestra foi justamente para tentar esclarecer, mostrar um pouco do que existe no mercado de trabalho nessas duas áreas, em especial tendências e o futuro dessas carreiras. E aliar não só todo esse conhecimento a respeito desse mercado, mas o que a gente oferta para instruir, treinar e trabalhar os alunos para o mercado”, pontua Tadeu.

  • Bryant Garth esteve no Núcleo de Práticas Jurídicas, no Campus Dom Veloso, nesta segunda-feira (02.09)


    O curso de Direito da UCP recebeu, nesta segunda-feira (02.09), a visita do professor e pesquisador norte-americano mundialmente famoso, Bryant Garth. Ele foi um dos principais colaboradores do Prof. Mauro Cappelletti no célebre Projeto Florença sobre o Acesso à Justiça, que resultou na publicação de uma série de livros, em 1978, que se tornou uma referência para os estudos dessa temática desde então.

    Na visita, acompanhado de sua esposa, Mei Garth, eles visitaram o Núcleo de Práticas Jurídicas, equivalente à experiência das famosas “law clinics” norte-americanas e ficaram muito bem impressionados com a proposta pedagógica do Núcleo. Durante a visita, além de conhecer as instalações da Universidade, o Prof. Bryant também conheceu alguns alunos do curso de Mestrado em Direito da UCP.

    A vinda do professor norte-americano a Petrópolis foi a convite do Prof. Cleber Francisco Alves. Ambos - juntamente com outros três pesquisadores - estão à frente de um novo projeto de pesquisa de âmbito mundial, inspirado no Projeto Florença, cujo objetivo é compreender melhor o atual estágio em que se encontra a questão do acesso à justiça nos diversos países do mundo.


  • A Atlética de Educação Física ficou com o 2º lugar, no resultado geral, e a Engenharia com o 3º


    A equipe da Atlética Imperial de Direito da UCP levou mais um campeonato esse ano, dessa vez, pelo segundo ano consecutivo, o Intercursos 2019. A competição é promovida pela Pastoral da Universidade, com apoio da coordenação da graduação em Educação Física. Os jogos aconteceram no Centro Poliesportivo, no Bingen, nos dias 24, 25 e 31 de agosto e 1º de setembro.

    O campeonato, que tem o objetivo de fomentar e aumentar a participação dos estudantes em atividades esportivas, contribuindo, assim, para a interação entre os cursos, mais uma vez mostrou que a integração, competitividade e o espírito esportivo são os protagonistas da competição. Na classificação geral ainda subiram ao pódio a Atlética de Educação Física, conquistando o segundo lugar, e a de Engenharia no terceiro lugar.

    Confira os resultados das modalidades coletivas:

    Resultado atletismo feminino resultado atletismo masculino resultado tenis de mesa feminino
    resultado fifa feminino resultado fifa masculino resultado tenis de mesa masculino
    resultado xadrez



  • Evento, que encerrou no sábado (31.08), contou com atividades nos dois campi da Universidade


    Durante seis dias, o Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UCP ofereceu mais de 60 atividades nas quais foram debatidas, sob a ótica dos cursos de Biomedicina, Fisioterapia, Psicologia e Educação Física, os desafios da saúde na atualidade. A programação fez parte da Semana Científica do CCS 2019, realizada nos dois campi – Dom Veloso e Dom Cintra – e que teve fim neste sábado (31.08).

    Foram palestras, oficinas, minicursos, mesas-redondas, entre outras atividades, sempre trazendo assuntos atuais pertinentes ao tema proposto para debates e reflexões com profissionais atuantes no mercado de trabalho. Na Biomedicina, destaque para as palestras sobre papiloscopia e balística forense; e sobre O milenar e microscópico mestre cervejeiro. Na Fisioterapia, além da celebração dos 50 anos, as palestras sobre bocha adaptada; terapia holística e sobre bandagem elástica funcional (kinesio tape) na prevenção e tratamento de lesões desportivas.

    Mais de 60 atividades na Semana Científica do CCS

    No curso de Psicologia, o minicurso sobre a prática psicológica junto às mulheres atendidas no CRAM e a palestra sobre síndrome alcoólico-fetal: os desafios da saúde pública. Já na Educação Física, a mesa-redonda sobre temas polêmicos no treinamento de crossfit e a palestra/oficina de socorros de urgência.

  • Palestra remontando a trajetória do curso foi apresentada nesta quinta-feira (29.08) dentro da programação da Semana Científica do CCS


    Neste mês de agosto, o curso de Fisioterapia da UCP comemora seu Jubileu de Ouro. A data foi celebrada, nesta quinta-feira (29.08), com uma palestra remontando a história do curso de Fisioterapia que foi o primeiro criado fora das grandes capitais. O bate-papo, feito pelas professoras Marília Isabel Winter Hugh Leon e Maria da Graça Tavares Monteiro, aconteceu no Auditório I do Campus Dom Cintra, dentro da programação da Semana Científica CCS 2019.

    “O curso teve uma evolução muito grande nesses 50 anos, em todos os sentidos.  A cada ano que passa vemos um crescimento muito grande: com os espaços, como o Centro Poliesportivo e o Cidepe, que ajudam na parte prática do conhecimento; as reformas para melhorias desses espaços; compra de aparelhos mais modernos”, pontua a coordenadora do curso, Profª. Ave Regina de Azevedo Silva, que é formada na Instituição assim com as professoras Marília e Maria da Graça.

    Curso de Fisioterapia completa 50 anos

    No encontro, as professoras iniciaram a conversa contextualizando o nascimento do curso com os grandes marcos e acontecimentos da história no mundo e no Brasil. Elas recontaram a trajetória do curso desde sua criação, que foi motivada a partir de uma demanda muito específica da cidade, com o grande número de casos de crianças com paralisia infantil.  A proposta foi uma iniciativa do médico Júlio Pinto Duarte, que integrou o corpo docente do curso.

    Parte integrante do curso, academicamente e na prestação de serviço em prol da comunidade, a palestra também abordou sobre o Cidepe (Centro Interdisciplinar para o Desenvolvimento da Personalidade), criado para atender ao curso antes mesmo da exigência de se ter uma clínica-escola atrelada à graduação de Fisioterapia. Para a Profª e coordenadora do curso, ele é parte fundamental na formação dos alunos.

    “No Cidepe o aluno tem uma experiência diferenciada, pois ele está ali com um profissional formado e experiente durante todo o estágio nas mais diferentes áreas. E lá visamos a qualidade e não quantidade. Então o aluno fica às vezes 50 minutos no atendimento de um paciente, sendo supervisionado, dando a atenção devida. O que muitas vezes num estágio externo ele não terá. O aluno sai do curso com uma bagagem muito grande”, pontua Ave Regina.

  • Até o próximo sábado (31.08), a UCP vai debater os Desafios da Saúde na Atualidade sob a ótica dos cursos de Biomedicina, Fisioterapia, Psicologia e Educação Física da UCP na Semana Científica do Centro de Ciências da Saúde 2019, que teve início nesta segunda-feira (26.08). A abertura aconteceu no Campus Dom Veloso com a palestra Desafios para a saúde do trabalhador na atualidade: quando o trabalho não dignifica o homem, com o psicólogo Rui Carlos Stockinger, realizada no Salão Nobre. Antes, foi celebrada missa na Capela Nossa Senhora de Sion.

    UCP abre Semana Científica do CCS

    Além da palestra de abertura, a programação desta segunda já contou com apresentação de trabalhos dos grupos de pesquisa de Psicologia. Ao longo de toda semana serão mais de 60 atividades abertas ao público realizadas simultaneamente nos dois campi da Universidade – Dom Veloso e Dom Cintra.

    “A intenção desse tema escolhido é abordar, sob o olhar dos quatro cursos, a questão da promoção da saúde, dos desafios da saúde, e também do processo do adoecimento. A ideia é trazer para o aluno as diferentes perspectivas a respeito desses desafios: de manter-se bem e o desafio de sanar problemas. É o aspecto dos dois desafios: da promoção de saúde, como profissional, a questão da qualidade. E o desafio do adoecimento desse profissional de saúde”, pontua a diretora do CCS e coordenadora do curso de Biomedicina, Adriana Afonso.

  • O Prof. de Psicologia da UCP, Carlos Henrique Gonçalves, ministrou em uma escola no Rio de Janeiro a palestra Ansiedade e Depressão na Infância: suas implicações na aprendizagem. A participação do docente foi a convite da Associação Brasileira de Psicopedagogia – Seção Rio de Janeiro (ABPP-RJ). O evento aconteceu no último sábado (24.08).

  • Após uma semana de debates e reflexões sobre temais atuais dentro do universo jurídico, teve fim, nesta sexta-feira (23.08), no Campus Dom Veloso, a Semana Jurídica da UCP 2019. A programação foi encerrada com o lançamento do livro Direito Financeiro e Direito Tributário, do Prof. Roberto Wagner Lima Nogueira, que aconteceu no auditório; seguido da palestra Aspectos atuais da Lei de Improbidade Administrativa e o projeto da nova lei: teoria e prática. O evento foi realizado no Salão Nobre com o palestrante Mauro Gomes de Mattos.

    “Acho que o resultado dessa Semana Jurídica foi muito positivo, porque de fato nós conseguimos trazer temas muito inovadores, temas que estão sendo discutidos hoje em âmbito nacional e que, dificilmente, conseguiríamos debater da forma como nós debatemos se não tivéssemos pessoas tão capacitadas fazendo isso conosco, aqui na Universidade”, observa o coordenador do curso de Direito, Maurício Pires Guedes.



    Ele destaca que o evento foi uma oportunidade dos alunos, principalmente, discutirem temas contemporâneos com profissionais renomados.

    “Discutimos temas como compliance, constelação familiar, a candidatura avulsa, sempre com palestrantes que possuem profundo assunto na matéria. No caso da candidatura avulsa, recebemos o advogado que hoje pleiteia a candidatura avulsa no STF. Da constelação trouxemos a juíza de Petrópolis que atua nessa área específica. Então o balanço é muito positivo. Os alunos dos primeiros períodos ficaram muito motivados por conhecer esses temas e agora espero que eles levem esses temas para a sala de aula para continuarmos os debates”, finaliza o coordenador.

    UCP abre sua 23ª Semana Jurídica que acontece até sexta-feira

  • Os estudantes do curso de Comunicação Social/Publicidade e Propaganda da UCP tiveram, nesta quarta-feira (21.08), uma aula de aproximação com o mercado de trabalho. A turma da disciplina de Atendimento Publicitário recebeu o empresário e publicitário Tobias Marcon, da agência NovaStudio, em Petrópolis, para falar sobre os Desafios do profissional de Atendimento. A ideia é da atividade é integrar a academia e o mercado.  
    Alunos de Publicidade recebem publicitário
  • Terminou nesta quarta-feira (21.08), no Campus Dom Veloso, o III Simpósio Internacional de Teologia da UCP, que durante três dias abordou sobre a Formação afetiva da juventude. A programação começou na segunda-feira (19.08) com palestras sobre a temática ministradas pelo Pe. Dr. Francisco Javier Insa Gomez.

    Em sua terceira edição, o evento é voltado a alunos dos cursos de Teologia, Filosofia, Psicologia, Direito, além de padres, religiosos, diáconos e todos os interessados nos temas apresentados. O objetivo do simpósio, neste ano, foi apresentar aspectos psicológicos, jurídicos e teológicos da formação dos jovens que poderão se casar ou se tornar religiosos na atualidade.



    Foram três dias de reflexão: um dia sobre a formação afetiva da juventude em geral; um segundo mais voltado para a vida sacerdotal e religiosa; e o terceiro sobre o matrimônio. Parte da programação também foi inserida na Semana Jurídica da UCP, que acontece ao longo da semana, com a palestra A imaturidade afetiva como causa de nulidade matrimonial, direcionada aos públicos-alvo dos dois eventos.

    “Escolhemos esse tema por dois motivos: um pelo interesse da Semana Jurídica e por isso escolhemos abordar a palestra sobre a imaturidade afetiva que pode causar a nulidade matrimonial. Essa é uma ideia. E também o tema da maturidade afetiva na vida dos religiosos. Temos visto as questões dos abusos. É uma coisa que precisa ser vista do ponto de vista penal, como punir. Mas principalmente do ponto de vista educativo, como formar os jovens, os adolescentes religiosos para que isso jamais venha acontecer”, comenta o Pe. Anderson Machado Rodrigues Alves, Prof. do curso de Teologia.

  • Com dicas para dominar o nosso dinheiro, os alunos do curso de Administração da UCP, turma presencial e EAD, tiveram, nesta terça-feira (20.08), uma aula inaugural sobre Educação Financeira. A ideia foi promover o conhecimento e a melhoria da qualidade de vida da sociedade por meio de atividades sobre finanças pessoais.

  • Estudantes da disciplina de Direito em Marketing aprenderam mais sobre o Direito da Propriedade Intelectual, tema da palestra ministrada nesta terça-feira (14.05) por Catia Zanei. O encontro promovido para alunos do curso de Marketing e de Comunicação Social da UCP teve o objetivo de apresentar novas referências sobre o tema, abordando a importância da Marca como ativo financeiro.

  • Estudantes dos cursos de Direito e Administração da UCP tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre temas do universo esportivo, no âmbito dos aspectos legais, durante o Jurisports Brasil, que aconteceu nos dias 30 e 31 de maio, em Teresópolis. Organizado pelo Sesc RJ e Academia Nacional de Direito Esportivo (ANDD), o Fórum de Direito Desportivo abordou questões como dopping nos esportes olímpicos; transgêneros no esporte amador; remuneração de direito de imagem; a responsabilidade de clubes sobre a formação de atletas; entre outros.

    Alunos da UCP participam de Fórum de Direito Desportivo em teresópolis

    “A participação dos alunos no Fórum de Direito Desportivo foi muito exitosa, pois os temas foram bem atrativos, como doping, jogos eletrônicos, direito de imagem, e outros, envolvendo áreas como Direito do Trabalho, Direito Penal e Responsabilidade Civil. Também houve a possibilidade dos estudantes interagirem diretamente com os palestrantes tirando dúvidas, dando opiniões, nas palestras e após as mesmas, o que contribui para a formação dos alunos e demonstra o interesse dos mesmos”, pontua a professora do curso de Direito, Sintia Coelho, que acompanhou o grupo.

    Alunos da UCP participam de Fórum de Direito Desportivo
  • O que é democracia? Esse foi um dos questionamentos debatidos entre alunos do 1º período do curso de Direito da UCP, nesta quarta-feira (05.06). A discussão faz parte de uma atividade promovida para a turma da manhã da disciplina de Ciência Política e Teorias do Estado, lecionada pela Profª Drª. Denise Salles. Na sala de aula, os alunos discutem a questão a partir de alguma referência política, artística, cultural ou literária.

    Alunos de Direito fazem atividade sobre a Democracia

    “É muito bacana, porque os alunos expõem o que é democracia a partir de alguma referência: dos livros em geral, não jurídicos. Em muitos casos usam filmes famosos para discutir democracia; e também a música e a arte de maneira geral”, explica o coordenador do curso, o Prof. Maurício Pires Guedes que também leciona a disciplina no turno da noite.

    “Então esse evento é muito interessante, porque nós temos a oportunidade de discutir com os alunos primeiro qual é o sentido de democracia e como ela pode se enfraquecer e se corromper a partir dos diversos atores que surgem na sociedade. E mais ainda. Qual é a democracia que nós queremos? Qual é o tipo de democracia que nós buscamos? Ter consciência disso é fundamental para o desenvolvimento de qualquer estado”, finaliza.
  • Berço de patrimônios que contam a história, em muitas partes, do Brasil, Petrópolis é um desafio para engenheiros e arquitetos quando se fala em preservação dessas construções. Nesta quarta-feira (15.05), a UCP recebeu o engenheiro civil, Prof. Dr. da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, em Portugal, Humberto Varum, que é pesquisador sobre técnicas de intervenções no patrimônio construído, assunto abordado para alunos dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo da UCP. O encontro aconteceu no auditório do Campus Dom Cintra. Depois da palestra, o tema foi debatido em uma mesa-redonda com outros profissionais.

    “A palestra foi sobre reabilitação de estruturas patrimoniais. Ele falou sobre diversas técnicas de restauração, da importância da restauração e dos cuidados que é preciso ter com a preservação do patrimônio. O objetivo é tentar despertar, nos alunos e futuros profissionais, a importância de se preservar o patrimônio. Ele falou tanto para engenheiros civis como para arquitetos que são as pessoas que têm que estar envolvidas nisso, capacitadas e saber o que fazer para preservar. Porque até aqui nós fazemos obras de preservação que mais destroem do que preservam”, observa o coordenador do curso de Engenharia Civil, Robson Gaiofatto.

    Mesa-redonda sobre técnicas de interevnções em patrimônio construído

    Também pesquisador da Universidade do Porto, Gaiofatto mediou uma mesa-redonda sobre o tema realizada logo após a palestra. Participaram, além de Gaiofatto e Humberto Varum, a coordenadora do curso de Arquitetura e vice-diretora do Centro de Engenharia e Computação, Profª Erika Machado, e o arquiteto Marco Pacifici, que tem larga experiência em obras de patrimônio.

    “A partir daí fizemos toda uma discussão comparando a nossa realidade com a de Portugal. Procurando discutir as nossas dificuldades em relação às dificuldades de Portugal. E dentro dessa ideia fizemos uma discussão bastante longa, passando até pelas necessidades de formação dos nossos profissionais para que possam estar aptos de atender essa demanda, que necessariamente é crescente”, pontua Gaiofatto.

  • Um grupo de alunos do curso de Direito da UCP esteve, nesta quinta-feira (09.05), no Palácio da Justiça, no Rio de Janeiro. Os 36 estudantes, maioria que cursa as disciplinas de Práticas Jurídicas, fizeram a visita técnica no espaço que preserva a memória do Poder Judiciário do Estado. A aula interativa foi acompanhada pelo coordenador do curso, Prof. Maurício Pires Guedes e pela Profª. Sintia Coelho, coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da UCP. 

    “Fazemos periodicamente visitas técnicas variadas. A prioridade são os alunos que estão na Prática Jurídica, mas outros também podem participar, tendo vaga. A visita é uma aula interativa. Foi uma experiência enriquecedora para os alunos, pelas várias atividades que participaram”, comenta a Profª. Sintia.

    Na primeira atividade, eles participaram da exposição Mulheres a hora e a voz – Direitos, conquistas e desafio em uma visita guiada, sendo os temas abertos para pequenas discussões com os alunos.

    A segunda atividade foi Da Pedra ao Palácio - Um percurso interativo ao encontro da Justiça, também uma visita guiada, de forma lúdica, dinâmica e interativa, estimulando os alunos a refletirem, cultivarem e disseminarem valores de Justiça, seu significado e sua importância na vida em sociedade. 

  • Um grupo de estudantes do 7º período de Biomedicina da UCP visitou nesta segunda-feira (20.05) os laboratórios da pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A atividade com os alunos da disciplina de Biotecnologia foi viabilizada pelo Prof. da Engenharia Química da UFRJ, Daniel Tinoco.

    Os graduandos conheceram o Laboratório de Biotecnologia Microbiana (LaBiM), com a Profª. Dra. Denise Freire; o Laboratório de Engenharia de Cultivos Celulares (LECC), com a Profª. Dra. Leda Castilho; o Laboratório de Controle de Poluição das Águas (LabPol), com a Profª. Dra. Márcia Dezotti; e o Laboratório de Desenvolvimento de Bioprocessos (Ladebio), com o Prof. Dr. Nei Pereira Júnior. 

  • Estudantes da disciplina de Biotecnologia, do curso de Biomedicina da UCP, participaram nesta quinta-feira (16.05) de uma atividade diferente ao visitar a nanofábrica da Cervejaria Bohemia, em Petrópolis. A ideia é proporcionar aos alunos, durante toda a graduação, experiências e vivências práticas com as opções do mercado de trabalho.

    “Foi uma visita com muito conhecimento e com o intuito do aluno conhecer áreas de atuação nas matérias profissionalizantes. Nesta visita tivemos a participação de alunos do primeiro período, para que desde o começo da graduação tenham conhecimento da amplitude de possibilidades que o curso oferece no aspecto profissional”, comenta a Profª. da disciplina, Paola Cappelletti.

  • O professor dos cursos de graduação e mestrado em Direito da UCP, Klever Paulo Leal Filpo, lançou nesta sexta-feira (10.05) no auditório do Campus Dom Veloso o livro Potencialidades e incertezas de formas não violentas de administração de conflitos no Brasil e na Argentina, custeado com recursos da CAPES. O evento teve a participação de alunos da graduação, mestrado, de outros cursos e também advogados da cidade. O lançamento também aconteceu à noite na OAB Petrópolis.   

    A publicação foi organizada pelo docente da UCP e pelas professoras Bárbara Lupetti (PPGD/UVA e UFF), que também esteve presente no evento, e Kátia Sento Sé Mello (PPGSS/UFRJ e INCT/InEAC). O lançamento contou, ainda, com a participação de uma das autoras, Thais Borzino Cordeiro Nunes. 

  • No dia 25 de abril é comemorado o Dia da Contabilidade. A data não passou em branco na UCP e foi celebrada com palestras oferecidas aos alunos nesta quinta-feira (25.04). O encontro aconteceu no Salão Nobre do Campus Dom Veloso e contou com a participação do Aroldo Planz, egresso da Universidade e atualmente presidente da Academia de Ciências Contábeis do Estado do RJ, e também do acadêmico Ril Moura, que tem especialidade como perito judicial.

    O evento comemorativo teve o objetivo, além de celebrar a data, de apresentar a Academia de Ciências Contábeis do RJ e passar aos alunos, por meio dos palestrantes convidados, suas experiências na área. Eles falaram sobre o profissional de contabilidade no século XXI, abordando as mudanças pelas quais a profissão passou nos últimos anos e sobre as adequações que o contador teve que passar para atuar no mercado de trabalho, que agora exige do profissional um gerenciamento mais amplo de informações. A área sobre perícia contábil também foi destaque na palestra do acadêmico Ril Moura.

    “Este evento foi muito importante, pois trouxemos a Academia de Ciências Contábeis do RJ para que nossos alunos conheçam, além de um de seus principais especialistas, o professor Ril Moura que muito contribuiu com sua experiência na área da perícia. E o professor Aroldo Planz, atual presidente da Academia, um egresso da UCP, o que muito nos honra. O melhor reconhecimento que a Universidade pode ter é seus alunos em posição de destaque e assumindo uma importante posição de liderança”, disse o coordenador do curso de Ciências Contábeis, Rodolfo Nicolay.

Rua Benjamin Constant, 213 
Centro - Petrópolis/RJ
24 2244-4000