Busca

                
 
 
  • Evento aberto ao público, que será transmitido ao vivo, acontece de 11 a 15 de maio, no canal no Youtube da Universidade

    Mais que uma experiência pessoal, o distanciamento social também promoverá discussão e reflexões durante a Semana Acadêmica do CTH 2020 da UCP, que começou nesta segunda-feira (11.05) com a palestra O Centro do Pacto Educativo de Francisco: a Pessoa, ministrada pelo Pe. Júlio César Evangelista Resende. Antes, foi transmitida a missa em Ação de Graças e uma apresentação musical com Breno Mendes.

    O evento, que está sendo realizado de maneira remota ao vivo, acontece até sexta-feira (15.05) no canal da Universidade no Youtube. A programação, aberta a todo púbico, será norteada pelo tema O Papel das Ciências Humanas no Pacto Global Educativo em tempos de Pandemia.

    Palestra de abertura da Semana Acadêmica do CTH
    Pe. Júlio César Evangelista Resende ministra palestra de abertura


    “Este tema está em consonância com o que o Papa estabeleceu, com o Pacto Global Educativo, que fala muito da importância da reflexão da educação como algo que trabalha os três pontos: a família, a escola e a sociedade. Dessa maneira, nós do CTH, por trabalharmos com licenciaturas, nos sentimos impelidos a refletir e nos aprofundar em relação a essa temática. E mais do que nunca se faz presente e muito importante, nesse distanciamento da escola, da participação da família como uma espécie de mediadora daquilo que a escola propõe. E a sociedade se torna muito presente pelas ordens governamentais, que com os decretos determina esse isolamento necessário”, pontua o professor. 

    Cabe lembrar que todas as atividades serão transmitidas ao vivo, por meio do canal da Universidade no Youtube (TV UCP). Os interessados em participar devem acessar o link aqui no dia e horário marcado na programação, que pode ser conferida no site ucp.br.

  • As discussões sobre a atual pandemia trouxeram à tona o debate sobre desafios e oportunidades para as Ciências Sociais Aplicadas nesse momento durante a Semana Acadêmica do CCSA da UCP 2020, encerrada na última sexta-feira (08.05). Durante cinco dias, alunos e público em geral tiveram a oportunidade de refletir sobre a questão por meio das palestras realizadas remotamente e transmitidas ao vivo no canal da Universidade no Youtube. A programação foi encerrada com um sarau virtual promovido por alunos da licenciatura em Música da UCP.



    “O balanço é muito positivo. Esse formato on-line da Semana, devido às circunstâncias, nos abriu até portas para repetirmos esse tipo de evento. Foi uma adesão muito boa, com participação dos alunos e até família. Um púbico que muitas vezes não participa das semanas acadêmicas presenciais. Foi uma programação muito produtiva, com a participação de empresários e instituições, como o Sebrae, muito próximos desse momento que estamos vivendo. Nossa intenção era trazer essa realidade, sem esconder os fatos, mas com uma visão positiva. Estamos muito satisfeitos com o evento, com um resultado excelente", disse o diretor do CCSA e coordenador do curso de Administração, Ueliton Leonídio.

    Todas as palestras promovidas na Semana Acadêmica do CCSA da UCP 2020 podem ser conferidas na TV UCP, canal no Youtube da Universidade.




  • Programação aberta ao público começou nesta segunda-feira (04.05), no canal do Youtube da Universidade; evento acontece até sexta-feira (08.05)

    Mesmo em tempo de afastamento social, o conhecimento não fica de lado e será ainda mais valorizado durante a Semana Acadêmica do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) 2020 da UCP, que começou nesta segunda-feira (04.05), de maneira remota, sendo transmitida ao vivo por meio da TV UCP, canal no YouTube da Universidade. A abertura teve a palestra A relevância da formação interdisciplinar no contexto do novo Coronavírus (COVID-19): cenários e realidades pós-pandemia, com o professor adjunto do Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos da Escola de Guerra Naval (PPGEM/EGN), Thauan Santos.

    Tradicionalmente aberta a todo público, a programação será oferecida até sexta-feira (08.05) e embarca no atual momento em que vivemos, sendo norteada pelo tema Covid-19: Desafios e Oportunidades para as Ciências Sociais Aplicadas. Serão palestras, mesa-redonda e até um sarau virtual abordando diversos aspectos sobre a pandemia, relacionados à área das Ciências Sociais Aplicadas.



    “O evento tem como objetivo principal a aproximação dos estudantes do Centro de Ciências Sociais Aplicadas com a realidade do mercado de trabalho através de atividades que agreguem conhecimentos relacionados às áreas de atuação e tendências das profissões contempladas pelo nosso Centro, assim como áreas correlatas, transversais e de formação humana. E trouxemos à tona um tema bem pertinente e atual, que afeta as pessoas e o mercado, para refletirmos”, pontua o diretor do CCSA e coordenador do curso de Administração, Ueliton Leonídio.

    Lembrando que todas as atividades serão transmitidas ao vivo, por meio do canal da Universidade no Youtube (TV UCP). Os interessados em participar devem acessar o link no dia e horário marcado na programação, que pode ser conferida aqui.
  • A pandemia e o novo coronavírus não apenas mudou a rotina do mundo todo, como também foi o tema da aula inaugural do mestrado em Psicologia da UCP, que aconteceu remotamente nesta quarta-feira (29.04). Com o tema A Psicologia Hospitalar e da Saúde no enfrentamento do coronavírus: necessidade e proposta de atuação, o evento reuniu na plataforma 160 pessoas - entre professores, estudantes de graduação, mestrandos e público externo - que interagiram no chat com dúvidas e participando do debate.

    O encontro virtual foi ministrado pela professora adjunta no Departamento de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFJF, Fabiane Rossi dos Santos Grincenkov. Ela também é coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Investigação em Psicossomática, Saúde e Organizações (NUIPSO/UFJF) e Tutora na Residência Multiprofissional em Saúde do Adulto e Atenção Hospitalar do Hospital Universitário/UFJF. A abertura contou com a participação do coordenador do mestrado, prof. Luis Antônio Monteiro, e da vice-diretora do Centro de Ciências da Saúde da UCP e coordenadora da graduação em Psicologia, profª. Rosilene Ribeiro.

    Na abertura foi exibida a homenagem dos alunos de Música - grupos
    musicais, licenciatura e da Escola de Música - para o momento que vivemos

    A professora apresentou informações importantes sobre a atuação dos profissionais de saúde no período de pandemia, relatando a experiência das equipes que participa; além de abordar questões referentes à comunicação de notícias difíceis, como a morte, a confirmação do diagnóstico ou agravamento do quadro. Também falou sobre a carência de protocolos ou evidências científicas a serem aplicadas no momento e o esforço para adaptação de práticas profissionais já desenvolvidas para este período atípico. Na ocasião, ela também problematizou as possíveis consequências do isolamento social e do luto complicado na saúde mental das pessoas pós-pandemia.

    “O evento sobre uma temática altamente relevante do ponto de vista teórico e social trouxe relevante contribuição ao mestrado, com grande participação de professores, alunos do mestrado e da graduação, de ex-alunos e outras pessoas”, observou o coordenador do mestrado, Luis Antônio Campos.

    “A exposição sobre a atuação do psicólogo hospitalar e da saúde junto ao contexto de pandemia por covid-19 nos fez não somente refletir sobre esse momento tão atípico, como também nos convidou a rever a relação entre teoria, pesquisa e atuação. Convidou-nos a uma revisão sobre nosso papel na Psicologia e a responsabilidade que ele tem e exige”, complementa a professora da graduação e do mestrado, Luciana Senra, uma das organizadoras do evento.



    A atividade foi aprovada pelos alunos, que destacaram a relevância de se falar sobre o tema.

    “A professora nos conduziu, baseada em suas pesquisas e práticas, a observarmos o quadro, ainda agitado, pintado pela realidade da covid-19. Qual o papel da Psicologia nesse momento? Quais estratégias podem ajudar? Onde e como atua a Psicologia Hospitalar e da Saúde nesse momento? Quem cuida dos psicólogos que cuidam dos outros profissionais da saúde? Entre outros questionamentos. Foi um momento muito rico onde a experiência de alguém totalmente inserida nessa realidade de atuação na pandemia colaborou bastante com a nossa formação”, disse o mestrando em Psicologia da UCP, Eraldo Bittencourt.

    Concorda com ele a estudante do 9º período de Psicologia da UCP, Rafaela Fritz. “Foi uma grande oportunidade aprender com alguém que, além do saber científico, tem vivido na prática esse momento tão difícil de pandemia. Fez com que refletisse sobre os desafios e oportunidades que nos aguardam como psicólogos nesse novo mundo que nos espera. Sinto-me cada dia mais orgulhosa da profissão que escolhi”, comenta.

    “O período exige adaptações urgentes nas práticas dos profissionais de saúde e essas discussões contribuem de maneira significativa. Neste momento precisamos explorar as ferramentas on-line para informação e produção de conhecimento”, conclui a professora da graduação e do mestrado, Cristiane Moreira, que também organizou o evento.
  • A pandemia vem gerando uma série de dúvidas e questionamentos nas mais diversas áreas. Pensando nisso, o professor da graduação e do mestrado em Direito da UCP, Klever Filpo escreveu o artigo Em tempos de covid 19, negociação, conciliação e mediação podem ser usados sem restrições!O trabalho já pode ser conferido na plataforma ResearchGate.



    Ao explorar resultados de pesquisas realizadas por ele e seus alunos no mestrado e na graduação, o trabalho aponta que formas consensuais de solução de conflitos podem ser muito úteis neste momento em que se faz necessário enfrentar as consequências da pandemia em diversas relações jurídicas contratuais.

    “Os métodos consensuais, autocompositivos, poderão dar solução mais rápida, econômica e adequada para muitos dilemas, no contexto de uma nova ordem que parece se aproximar, no plano interno e internacional, com repercussão significativa em  vários  ramos  da  atividade humana. Ao menos na área jurídica, nunca foi tão importante a capacidade de sentar, dialogar e buscar consensos. O texto teve centenas de visualizações na web, ampliando a contribuição da UCP para lidar com os desdobramentos da covid-19, em todas as suas especialidades e áreas de pesquisa”, pondera o pesquisador.
  • O autor português Valter Hugo Mãe foi o tema do Expoentes da Literatura on-line, promovido na noite desta terça-feira (28.04) pelo curso de Letras da UCP. Assim como a rotina acadêmica, que ganhou excepcional e temporariamente um novo formato, a tradicional série de encontros que apresenta a gama de nomes da Literatura também se adaptou ao universo tecnológico e chegou a reunir mais de 100 pessoas durante a transmissão. 

    “A importância desse Expoentes da Literatura, em especial, é não parar. A Universidade não parou. Muitos alunos até agradeceram, pois disseram que precisava disso nessa quarentena, de um gás motor nesse período. Muitos se emocionaram, choraram, pois falamos de um tema sentimental. O Valter trabalha muito a questão da morte. Eles se sensibilizaram e impactaram muito com tudo o que falamos. Foi uma imensa alegria ter atraído mais de 100 pessoas na videoconferência, um público muito gentil que ouviu atento e participou, pelo chat, com perguntas e manifestações de agradecimento”, comenta o coordenador do curso de Letras, Leandro Rodrigues.



    “Queria te dar os parabéns pelo Expoentes de ontem. Magnífico. Vocês conseguiram fazer acontecer e nós só temos que agradecer. Talvez em outras circunstâncias nem aula a gente estivesse tendo. E mesmo apesar de tudo vocês conseguiram trazer esse evento para gente. Obrigada de coração. Vocês são dez, o corpo docente todo. Só temos a agradecer”, disse o aluno do 7º período, Matheus Fonseca.

    O evento Valter Hugo Mãe: “Tsunami Literário” falou sobre a vida e obra do autor português, além de apresentar também as características da Literatura Contemporânea presentes em sua obra. O encontro, que teve como mediadores os professores mestres Leandro Rodrigues e Aline de Almeida Rodrigues, também foi uma oportunidade de refletir acerca das origens do autor; mostrar a inovação dos aspectos linguísticos em sua obra e traçar uma linha sequencial/temática na obra do autor. 

    Assista aqui o evento!

  • Exibições do UCP Online em Tempos de Pandemia acontecerão as segundas, quartas e sextas-feiras, às 18h, no canal da Universidade no Youtube

    Diariamente somos bombardeados com uma infinidade de informações, verdadeiras e falsas, sobre a nova pandemia da covid-19, que preocupa o mundo todo. Falar e esclarecer sobre tudo o que norteia a doença pode ajudar a entender melhor e conscientizar ainda mais a população sobre a gravidade e seriedade da questão. A partir da próxima segunda-feira (27.04), a Universidade Católica de Petrópolis (UCP) lança a websérie UCP Online em Tempos de Pandemia que vai trazer especialistas para abordar diversos aspectos sobre a doença e o tempo de isolamento social, como direito da população, economia, empreendedorismo, entre outros.

    “Temos um capital intelectual muito grande na Universidade, com uma seleção de especialistas nas mais diversas áreas que podem contribuir com seu conhecimento nesse momento tão delicado e novo para todos nós. Vamos oferecer essa expertise que a UCP tem em prol da comunidade. Acreditamos que quanto mais informações verdadeiras pudermos passar, as pessoas se conscientizarão e estarão mais preparadas para passar por essa fase da melhor maneira possível. É um momento de união e superação de todos”, explica o vice-reitor da UCP, maestro Marcelo Vizani. 


    As exibições ocorrerão as segundas, quartas e sextas-feiras, às 18h, no canal do Youtube da Universidade (UCP Online), com entrevistas que vão trazer professores e profissionais envolvidos com a pandemia, debatendo as diversas dúvidas e questões a respeito do novo coronavírus. A experiência de quem viveu na pele a covid-19 também será compartilhada, como o primeiro episódio com a coordenadora do curso de Biomedicina da UCP, Adriana Afonso, que testou positivo e vai contar sua vivência, além de abordar também aspectos da biomedicina na questão.

    “A UCP é um celeiro de conhecimento, com profissionais qualificados que são atualizados e geradores desse conhecimento. Poder compartilhar isso com a comunidade nesse momento é um aspecto de cidadania, uma vez que as informações vêm de encontro à necessidade de uma orientação segura e verdadeira. Porque estamos todos vivendo uma condição ímpar de pandemia, o que gera muita angústia e ansiedade”, comenta a professora, que testou positivo, assim como o marido.

    “Compartilhar a experiência de ter vivido essa infecção e o processo de uma evolução moderada da covid é uma ação solidária. Nesse momento em que todos estão angustiados pela mudança de rotina, pela restrição que a pandemia nos impõe, todo compartilhamento de informação verdadeira é colaborativa. Poder compartilhar quais foram os sintomas, os momentos de angústia e a relevância da ajuda que recebi de profissionais e amigos é uma ação de cidadania. É importante para as pessoas terem um percepção de que a sintomatologia é diferente em cada pessoa, como ocorreu comigo e com meu marido. O intuito é ajudar as pessoas e minimizar a angústia”, pondera Adriana.

    O UCP Online em Tempos de Pandemia vai ao ar as segundas, quartas e sextas-feiras, começando já no próximo dia 27, às 18h, no UCP Online, canal no Youtube da Universidade. Todo o conteúdo da websérie ficará disponível para publicação/veiculação na imprensa e para instituições que tenham interesse em utilizar o material ao abordar os assuntos e temas referentes à pandemia.
  • Em tempos de pandemia, em que a tecnologia tem sido nossa maior aliada para garantir a continuidade nos estudos dos nossos alunos, de maneira remota, a UCP firmou novas parcerias, investindo em ferramentas tecnológicas para oferecer ainda mais vantagens e facilidades aos nossos discentes. A partir de agora, todos os alunos da Universidade têm acesso ao Google for Education, uma plataforma ampla e com múltiplos aplicativos, e também já está disponível a licença do Office 365 ProPlus.

    Com o Google for Education, o aluno terá um e-mail institucional que será a sua chave para uma série de aplicativos disponíveis na plataforma, que poderá ser acessada a qualquer hora e em qualquer lugar. Ele terá, pelo Google Drive, espaço ilimitado para armazenar em nuvem arquivos de trabalhos e imagens. Também terá acesso ao Google Classroom, Google Forms, recurso de colaboração e compartilhamento de documentos, planilhas e apresentações; assim como ao Google Meet, que permite conversas e reuniões com mais de uma pessoa por voz ou por videoconferência.



    Já por meio de uma parceria entre a UCP e a Microsoft, o aluno tem a licença gratuita do Office 365 ProPlus, enquanto sua matrícula estiver ativa na Universidade, podendo baixar os softwares do pacote Office em seu computador, tablet ou smartphone. O Office 365 inclui todos os aplicativos do tradicional pacote Office, como Word, PowerPoint, Excel, OneNote, entre outros, além do acesso ao OneDrive para armazenamento de arquivos e documentos na nuvem.

    A licença permite a instalação dos softwares em até cinco dispositivos, para uso offline. Além disso, também é possível a utilização da versão online dos aplicativos acessada pelo navegador.

    “É na crise que temos a oportunidade de crescer, de evoluir e aprimorar o que somos e o que oferecemos. Temos que aproveitar esse momento para extrair o melhor e temos a tecnologia a nosso favor. Por isso estamos trabalhando para tornar essa experiência virtual dos nossos alunos, com as aulas remotas ao vivo, a melhor possível. Firmamos essas parcerias com objetivo de oferecer o máximo de ferramentas para que o aluno aproveite da melhor forma seus estudos”, pontua o vice-reitor da UCP, maestro Marcelo Vizani.
  • O semestre começou e não poderia faltar o tradicional Concerto de Boas-vindas da UCP, que neste ano trouxe uma novidade com a apresentação do UCP Jazz. O trabalho, sob a coordenação do Prof. Rafael Bezerra, é fruto do grupo de pesquisa e prática de conjunto da Licenciatura em Música da UCP, atuando como um grande laboratório para as disciplinas do curso. As apresentações aconteceram no intervalo das aulas nesta quinta-feira (12.03), no Campus Dom Cinta, e na quarta-feira (11.03) no Campus Dom Veloso.



    “Estudar na UCP tem dessas coisas. Este é o nosso jeito de expressarmos nossa alegria em ter todos vocês aqui conosco, sejam os alunos veteranos, sejam os estudantes ingressantes que acabaram de chegar em nossa casa. No último sábado (07.03), tivemos a oportunidade de ter os Jogos de Integração, no nosso Centro Poliesportivo. E agora temos a grande participação do UCP Jazz, formado por nossos estudantes, a maioria dos alunos de licenciatura em Música. Mas um projeto aberto a todos os estudantes que tenham interesse na música. Obrigado a vocês do grupo, por essa manifestação de carinho, e a todos que prestigiaram esse momento”, disse o Reitor, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa.

  • Curso de Biomedicina daUniversidade vai promover dois encontros, nos dias 10 e 12 de março, para esclarecer questões como epidemia viral e prevenção de infecções

    Com mais de 200 casos já confirmados de Coronavírus no Brasil e mais de 2 mil sendo monitorados, o tema ganha cada vez mais relevância a ser discutido, principalmente sobre a conscientização a respeito da prevenção. A UCP, por meio do curso de Biomedicina, promoveu dois encontros abertos ao público e gratuitos para debater o tema em diversas esferas. Para nortear a discussão de conceitos fundamentais sobre epidemias virais, antes foi exibido o filme Contágio para nortear a discussão. O CineBiomedicina aconteceu no Campus Dom Cintra.


    Voltado a estudantes de graduação, de Ensino Médio e demais interessados no tema, o evento teve como objetivo promover conhecimento sobre os processos de identificação de um agente infeccioso; caracterizar as etapas de uma epidemia viral; e discutir sobre procedimentos de prevenção da infecção. A ideia foi apresentar informações sobre o novo Coronavírus associado às infecções recentes na China.

    Foram duas sessões, nas quais as professoras biomédicas Rebeca Vazquez Novo Martins e Natalia Moysés esclareceram dúvidas e questões sobre epidemias virais, apresentando os conhecimentos descritos sobre o novo Coronavírus, bem como conceitos de prevenção de transmissão viral.

  • A Profa. Dra. Diana Ramos de Oliveira, docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UCP, atuou, no período de janeiro e fevereiro, como professora visitante e pesquisadora na Universidade de Granada, na Espanha, na Faculdade de Psicologia no Centro de Mente, Cérebro e Comportamento. Ela foi selecionada numa concorrência internacional no Edital Europeu (Edital Internacional C-2019, Brazilian Faculty, Academic Mobility and International Scholarships, União Europeia), que aconteceu no final do ano passado.

    “Considero esta experiência docente internacional muito importante para minha carreira profissional, visto que, propicia transferência de conhecimento para mim e para meus alunos do PPGPsi e da Graduação em Psicologia da UCP. Na ocasião da atividade, pude apresentar resultados das pesquisas realizadas por mim e meu grupo de pesquisa em Cognição Social, área da Psicologia Social muito relevante nas universidade europeias”, afirma a professora.



    A docente foi recebida pelo Professor Catedrático Dr. Miguel Moya (foto), com quem estabeleceu parceria entre os grupos de pesquisa das duas instituições. Essa iniciativa atende a alguns critérios de internacionalização propostos pela CAPES, como a pesquisa, a produção intelectual e a mobilidade e atuação acadêmica. Além disso, a docente ofereceu lectures aos alunos de pós-graduação stricto sensu e também da graduação da universidade visitante.

    “Chamou muita a minha atenção como a formação em Psicologia na Europa é interdisciplinar, requerendo a expertise de docentes de diversas áreas do conhecimento, visto que, historicamente, a ciência psicológica sempre recebeu notáveis contribuições de não psicólogos. A interdisciplinaridade em Psicologia é o fundamento dos grandes laboratórios de Psicologia Social europeus. A ausência deste entendimento técnico-conceitual dificulta os avanços na comunidade acadêmica e produz consequências nos Programas de Pós-Graduação e de Graduação em Psicologia”, indicou Diana.

    A professora ainda destacou a relevância dessa experiência.

    “Essa experiência será muito importante para compartilhar com as turmas da UCP. Eu me sinto muito agradecida à UCP pelo constante apoio em mais essa empreitada acadêmica”, disse.

  • Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, o curso de Psicologia da UCP promoveu, nesta segunda-feira (09.03), dois eventos exaltando e valorizando os múltiplos papéis da mulher na sociedade: Roda de Mulheres e Mulheres na Ciência. Eles aconteceram no Campus Dom Veloso.

    A Roda de Mulheres: compartilhando aprendizados debateu o papel da mulher nas mudanças comportamentais na gestão de risco de desastres. O encontro teve o objetivo de compartilhar a sabedoria coletiva de mulheres que vivem ou trabalham em comunidades localizadas em áreas de risco, no município de Petrópolis.

    Já no auditório, aconteceu o Mulheres na Ciência: o empoderamento feminino nas pesquisas em Psicologia. A aula especial reuniu as docentes Luciana Xavier Senra, Carla Ferreira de Paula Gebara, Maracy Domingues Alves e Cleia Zanatta Clavery Guarnido Duarte com intuito de promover esclarecimentos e debates a respeito do protagonismo e empoderamento feminino nas pesquisas em Psicologia, no Brasil e no mundo, por meio do compartilhamento das pesquisas realizadas pelas professoras da graduação e do mestrado em Psicologia da UCP.

  • Nesta sexta-feira (06.03), a UCP recebeu a aula inaugural do grupo de docentes da Instituição que começaram o doutorado na PUC, por meio de convênio firmado entre a Escola de Negócios da PUC, por meio do doutorado em Administração, e da Católica de Petrópolis. 

    No primeiro semestre, as aulas da turma, que conta também com dois docentes da Unilasalle-RJ, serão ministradas na UCP e depois, os professores darão continuidade ao programa na PUC, no Rio de Janeiro.

    “É uma parceria importantíssima, pois aumentará o corpo de doutores aqui da UCP. Qualifica ainda mais o corpo docente da Instituição e vai ao encontro do plano do CCSA de futuramente implantar um programa de pós-graduação com mestrado feito com professores doutores formados por uma instituição de qualidade”, disse o vice-diretor do CCSA e coordenador do curso de Ciência Contábeis, Rodolfo Nicolay.




  • Contemporâneo do Movimento Modernista, o poeta carioca Dante Milano foi o tema do primeiro Expoentes da Literatura de 2020, projeto realizado pelo curso de Letras da UCP. Nesta segunda-feira (02.03), o doutor em Literatura Brasileira, Rafael da Silva Mendes falou para estudantes de Letras e interessados em Literatura sobre o lirismo sinistro e a unidade clássico-moderna de Dante Milano. O encontro aconteceu no Auditório do Campus Dom Veloso. 

    “Esse evento propõe e abraça a ideia de colocar em discussão autores pouco conhecidos, o que me deu uma oportunidade rara e deliciosa de falar sobre a obra de Dante Milano, tema do meu mestrado e do meu doutorado – ou seja, o poeta da minha vida”, disse o palestrante.

  • A UCP terá, mais uma vez, seu nome divulgado além das fronteiras, por meio dos seus discentes. O aluno do 7º período de Relações Internacionais, Vitor Ferreira Lengruber, foi um dos 25 selecionados para representar o Brasil no BRICS Educational Internship Programme, programa que acontece de fevereiro a junho deste ano e que tem como objetivo apoiar jovens pesquisadores no campo dos estudos do BRICS e da Rússia, formando um conjunto de futuros líderes dos países do BRICS.  

    De acordo com Vitor, o programa surgiu a partir de uma proposta dos presidentes da Far Eastern Federal University (FEFU), em Vladivostok, de criar um projeto de intercâmbio cultural e acadêmico entre estudantes nativos dos países que compõem o grupo BRICS - formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. 

    “Os organizadores do programa nos disseram que esse é um projeto único e sem previsão de continuação até o momento. Ou seja, somos os pioneiros nisso. Essa palavra, pioneiros, tem sido utilizada pelos próprios organizadores para se referir a nós”, conta Vitor.



    O programa selecionou 25 estudantes de cada país do BRICS, com exceção da Rússia, para estudar um semestre na FEFU, nas áreas de Biologia Marinha, Medicina, Negócios Internacionais, Cibersegurança e Relações Internacionais. Além de ser voltado para a área acadêmica, onde os selecionados deverão desenvolver um projeto de pesquisa com tutores dentro de suas respectivas áreas de conhecimento, o programa também possui o objetivo de intercâmbio cultural. 

    “Cinco vagas estavam reservadas para cada curso e vinte e cinco para brasileiros no geral. Achei que não conseguiria, mas tentei mesmo assim e fui um dos cinco aprovados para Relações Internacionais. Será uma experiência e tanto. O ensino da FEFU é um dos melhores da Rússia e do mundo. Os orientadores são extremamente capacitados e reconhecidos dentro de suas áreas. No quesito cultural, também tenho muitas expectativas. Já pude conhecer todos os outros estudantes aprovados. Os sul-africanos conseguem ser mais alegres e simpáticos do que os brasileiros”, brinca o estudante que chegou a Vladivostok no dia 27 de fevereiro e ficará até o final do programa, em julho. 

    “Gostaria de agradecer a todos que me ajudaram a chegar aqui, inclusive os professores do CCSA. Sem ajuda eu não teria conseguido vir. Obrigado!”, agradeceu o aluno da UCP.

  • Classificados estão entre as 100 bolsas integrais oferecidas para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Direito, Engenharias, Educação Física e Pedagogia

    “A gente já trabalha para poder pagar as contas. Acaba que a faculdade a gente fica deixando para depois. Essa foi uma oportunidade muito boa, com bolsa integral, para finalmente cursar o Ensino Superior”. A declaração é da 1ª colocada no Vestibular Social da Universidade Católica de Petrópolis em parceria com a Prefeitura de Petrópolis, Thais Rodrigues Vasconcelos que começa agora a cursar Direito. Nesta sexta-feira (14.02), foi feita a matrícula para os 100 primeiros classificados no processo seletivo, que aconteceu no último domingo (09.02), no Campus Dom Veloso.


    Os primeiros classificados foram recepcionados pelo Reitor da Universidade, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa, que agradeceu a participação dos candidatos e parabenizou pela aprovação.

    “Estamos felizes em recebê-los como alunos da UCP, nessa parceria da Universidade com a prefeitura, oferecendo a oportunidade para ingressarem no Ensino Superior. Sejam bem-vindos”, disse.

    A expectativa para ingressar na UCP era grande por parte dos aprovados. Classificada em 2º lugar, a jovem de 17 anos, Ana Caroline Nascimento Ventura contou que se surpreendeu com o resultado.

    “De primeira não achei nem que conseguiria passar, ainda mais em 2º lugar. Fiquei muito satisfeita. Quando vi o resultado nem acreditei. Corri para contar para minha mãe. Essa foi a chance que tive para cursar o Ensino Superior. Foi uma iniciativa muito boa”, conta a nova estudante de Direito da UCP.


    A primeira a escolher uma das Engenharias, Daiana da Silva Malta, de 24 anos, está animada para ingressar no curso que tanto queria. Ela quer dar continuidade à área que se interessou, a Mecânica, depois de fazer um curso técnico.

    “Achei ótima essa oportunidade. Estou tentando há três anos o Enem e agora vou fazer o curso que eu quero na melhor universidade de Petrópolis. Quase chorei quando vi o resultado, em 4º lugar”, lembra a futura engenheira.


    O Vestibular Social foi retomado neste ano, por meio do convênio entre a UCP e Prefeitura de Petrópolis, oferecendo 200 bolsas integrais para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Direito, Engenharias, Educação Física e Pedagogia – sendo 100 neste semestre e outras 100 bolsas em um novo processo seletivo que será realizado para ingresso no segundo semestre de 2020.

    Prefeitura e UCP oferecem 200 bolsas de estudo no Vestibular Social 2020
  • Depois da Semana de Integração Docente, é a hora de iniciar oficialmente o ano letivo na UCP que começou nesta segunda-feira (10.02) com a recepção dos novos alunos. Calouros dos campi Dom Veloso e Dom Cintra receberam em um dia exclusivo dedicado a eles as boas-vindas da Reitoria e coordenação dos cursos.

    Eles foram apresentados à Instituição e às instalações do campus onde estudarão, visitando laboratórios e salas especiais, além de conhecerem os coordenadores e docentes dos cursos, tendo a oportunidade de saber mais sobre a graduação que farão.



    Maria Eduarda de Souza Fonseca, de 17 anos, está ingressando no curso de Letras e ficou feliz de ter esse dia especial de contato entre os calouros e corpo docente, um dos diferenciais que a fez escolher a UCP após participar por duas vezes do UCP Portas Abertas.

    “Gostei muito da relação dos alunos com os professores. Vi isso no Portas Abertas, que também me ajudou a definir qual curso seguiria, pois cheguei a ver outros no dia do evento, mas optei mesmo por Letras que já era a minha primeira opção. E hoje ter esse dia só pra gente é bom, pois não chegamos perdidos no meio de todo mundo. Achei bem legal, porque conhecemos o coordenador do curso, alguns colegas de aula e de outros cursos”, conta a estudante que estudará no Campus Dom Veloso.

    “É bom ter esse momento só para os calouros, para se ambientar e já se acostumar, sem começar logo com todo mundo”, disse Camile Cruz, de 16 anos, que vai estudar Engenharia Elétrica no Campus Dom Cintra.

  • Com o início de mais um ano letivo, a UCP se prepara para receber seus estudantes promovendo capacitação e atualização de seus docentes. De 3 a 5 de fevereiro, os professores participaram da Semana de Integração com atividades voltadas ao aprimoramento constante dos colaboradores. A abertura aconteceu na segunda-feira (03.02) com celebração de missa em ação de graças e uma confraternização entre a Reitoria e colaboradores. Na ocasião foram anunciadas as mudanças ocorridas com os novos mandatos nas direções de Centros e coordenação de cursos da graduação e do mestrado.



    A programação contou com uma reunião direcionada aos docentes que lecionam na modalidade a distância, para discutir sobre o papel do EAD e dos envolvidos para o melhor aprendizado; além de oficinas sobre novas metodologias e sobre moodle; e palestras sobre temas diversos, como questões sobre a acessibilidade pedagógica; desafios psicológicos da ação docente, entre outras.

    Novos mandatos nos Centros e cursos

    Neste semestre, também assumem os novos diretores e coordenadores aprovados pelo Conselho Universitário (CONSUN). O Centro de Ciências Jurídicas passa a ter na direção o Prof. Maurício Pires Guedes e na vice-direção a Profª. Adriana Sheremetieff, que assume a direção da graduação em Direito. A vice-direção do Centro de Ciências da Saúde passa a ser com a Profª. Rosilene Ribeiro, coordenadora do curso de Psicologia. O Padre Adenilson Ferreira Silva assume a coordenação do curso de Teologia, do Centro de Teologia e Humanidades.

    A Profª. Erika Machado continua na coordenação do curso de Arquitetura e Urbanismo e assume, também, a direção do Centro de Engenharias da Computação. O curso de Engenharia Civil tem agora a frente o Prof. Vinícius Furtado Rosa. Já os de Engenharia Elétrica e Mecatrônica estarão sob coordenação do Prof. Fábio Licht, que também é responsável pela Engenharia da Computação e Redes de Computadores. Nos programas de pós-graduação, o mestrado em Direito passa a ter na coordenação o Prof. Daniel Machado Gomes e adjunto o Prof. Klever Filpo.

  • Mais uma vez, a UCP obteve ótimo desempenho no Exame de Suficiência Contábil ficando entre as melhores do Estado pelo terceiro ano consecutivo. A Universidade ficou com o 2º lugar geral no Estado, ficando atrás somente da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tivemos 83,3% de aprovação dos alunos inscritos para a prova, que foi aplicada em outubro. O resultado foi divulgado em dezembro passado.

    “A coordenação do curso de Ciências Contábeis, com o auxílio do NDE do curso, têm depositado grandes esforços para ampliar a qualidade do curso e formar alunos que terão destaque no mercado de trabalho. Um dos parâmetros que utilizamos como forma de medir estes resultados é a aprovação no exame do Conselho Regional de Contabilidade. Estamos orgulhosos deste resultado, sabendo que estamos no caminho correto, que nos consolida como um curso de tradição, competência e resultado, nos aproximando ainda mais do nível de excelência no ensino”, observa o coordenador do curso, Prof. Rodolfo Nicolay.
     
Rua Benjamin Constant, 213 
Centro - Petrópolis/RJ
24 2244-4000