Universidade Católica de Petrópolis

Nossa História

Fundada em maio de 1953, a Universidade Católica de Petrópolis foi a primeira instituição de ensino superior instalada na cidade de Petrópolis. Começou com a criação da sociedade civil Faculdades Católicas Petropolitanas, por iniciativa do então Bispo Diocesano Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra. 

O primeiro curso oferecido pela nova instituição foi o de Direito, instalado em 1954 em um imóvel no bairro Retiro. Em 1956, com a aquisição do prédio onde funcionou, durante muito tempo, um dos mais requintados hotéis da região, o Hotel Orleans, na Rua Barão do Amazonas, foi criada também a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras e, mais tarde, a de Engenharia Industrial.

Conjunto Dom Manoel Pedro da
Cunha Cintra no início dos anos 60

Em 1961, a fusão das três faculdades resultou na fundação da Universidade Católica de Petrópolis. 

A instituição foi reconhecida pelo Decreto 383, de 20 de dezembro de 1961, publicado no Diário Oficial da União em 21 de dezembro de 1961. A Universidade foi solenemente instalada em 11 de março de 1962 e, em seguida, experimentou uma forte expansão, com a abertura de novos cursos.

No final da década de 60, a Universidade adquiriu as instalações do Colégio Notre Dame de Sion, na Rua Benjamin Constant, e levou para o espaço toda a sua administração e boa parte de seus alunos. No novo campus fundou o Colégio de Aplicação, que tinha como finalidade propiciar campo de estágio e pesquisa aos alunos da Faculdade de Educação.

No início dos anos 70, a instituição tornou-se cartão postal da cidade com a inauguração do Relógio das Flores, em frente ao Conjunto Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra, na Rua Barão do Amazonas. O espaço, criado por ocasião das solenidades de comemoração do Sesquicentenário da Independência, seria, mais tarde, um dos principais pontos de visitação turística da região.

Nessa mesma época, a universidade passou por grandes mudanças, destacando a aquisição do primeiro computador em 1974, com instalação do Centro de Processamento de Dados e a inauguração do Centro de Educação Física, em 1976. 

Os anos 80 trouxeram a conquista da concessão da Rádio UCP FM e mais tarde, a Fundação Cultural Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra.

A década de 90 marcou o reconhecimento da Universidade por toda a comunidade. Entre os importantes projetos que tiveram a participação da instituição estão a assinatura de convênio entre a Universidade e a Prefeitura para revitalização do Centro Histórico de Petrópolis e a integração da Universidade ao projeto Petrópolis-Tecnópolis.

Colégio Notre Dame
de Sion na década de 60

Em 2016, a UCP foi credenciada pelo MEC para iniciar a oferta de cursos a distância e o primeiro curso a ser ofertado nessa modalidade foi o de Pedagogia. Já no ano seguinte, a Universidade Católica de Petrópolis iniciou a sua expansão com a implantação de um Polo EAD em Magé. Hoje a UCP também possui polos EAD nas cidades de Teresópolis e em Nova Friburgo, oferecendo 14 cursos nessa modalidade. 

Hoje, a UCP, que em seus mais de 70 anos de história já formou cerca de 35 mil profissionais em diversas áreas, oferece mais de 20 cursos de graduação, além de cursos de pós-graduação, mestrados e doutorado.
 
UCP-B